Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Julho 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Vila de Rei: Concurso público para a reconversão da antiga C+S e requalificação do parque de feiras

Já foi publicado em Diário da República o procedimento concursal para execução da obra de requalificação do parque de feiras e da antiga escola C+S de Vila de Rei, informou na última reunião de Câmara o presidente Ricardo Aires (PSD). A empreitada apresenta um preço base de 254.000,00€, e vai ter um prazo de execução de 5 meses. O espaço vai ganhar uma zona verde com diversos equipamentos que visam melhorar a qualidade de vida dos habitantes e melhorar a oferta a quem visita a vila.

- Publicidade -

A autarquia refere que os trabalhos a executar incluem a construção de um novo espaço verde, com um campo polidesportivo, anfiteatro, parque de merendas, aumento do parque infantil já existente e criação de um espaço ajardinado com árvores de grande porte.

“Uma obra bastante importante para o concelho”, frisou o autarca, acrescentando que o projeto pretende “revitalizar a zona que é o centro de Vila de Rei, vem dar mais qualidade às pessoas que estão cá e às que vêm ao concelho”. Ricardo Aires referiu, em conversa com o mediotejo.net, que aquela é uma zona que se encontra “estagnada, parada, e vamos dar vida àquele sítio. Com esta infraestrutura vai ser bastante importante para o concelho”.

- Publicidade -

Na ordem do dia da anterior reunião de executivo camarário, relativo ao ponto 6 – Despacho do Gabinete da Presidência sobre: Procedimento de Concurso Público para a reconversão da antiga C+S e reabilitação do parque de feiras, o autarca deu conhecimento que o projeto sofreu algumas alterações.

“No princípio o projeto era um pouco mais arrojado, porque pensávamos que o PARU disponibilizasse mais dinheiro. Tivemos que fazer um pouco marcha-atrás, mas penso que o projeto vai ser um orgulho para os vilarregenses. Não tem algumas coisas que nós queríamos, mas penso que vai ser um bom projeto para que os vilarregenses e as pessoas que vêm visitar o concelho tenham espaço com maior qualidade, do que aquilo que é a atual oferta”, assumiu.

A zona que irá sofrer intervenção, que engloba o parque de feiras e a antiga escola C+S de Vila de Rei, irá ser convertida em zona verde, com equipamentos ao serviço da comunidade. Foto: Google Maps
A zona que irá sofrer intervenção, que engloba o parque de feiras e a antiga escola C+S de Vila de Rei, irá ser convertida em zona verde, com equipamentos ao serviço da comunidade. Foto: Google Maps

Ainda assim Ricardo Aires acredita que a infraestrutura servirá enquanto “complemento para outros eventos, nomeadamente a Feira dos Enchidos, Queijo e Mel”.

Já o vice-presidente Paulo César Luís (PSD), enalteceu o projeto, dando especial importância à reconversão da antiga escola C+S. “Vai revitalizar-se uma zona que está bastante degradada”, um lugar onde o próprio vereador “e muitos jovens deste concelho [tiveram aulas]” e “os municípios/concelhos evoluem e finalmente vejo que se tornou possível reconverter aquela zona numa zona ajardinada, com equipamentos ao serviço dos jovens e dos menos jovens, e estou certo que vai ser uma mais-valia para Vila de Rei”, concluiu o vereador da CM.

O concurso foi publicado em Diário da República, a 19 de outubro de 2016 (n.º 201 com anúncio de procedimento 6616/2016). Os interessados devem submeter a sua proposta para o concurso através da plataforma disponível em www.acingov.pt, até vinte dias a partir da publicação em Diário da República, informa a autarquia.

Edifícios da antiga C+S de Vila de Rei vão ser demolidos e espaço vai dar lugar a nova zona de lazer do concelho Foto: CMVila de Rei
Edifícios da antiga C+S de Vila de Rei vão ser demolidos e o espaço vai dar lugar a nova zona de lazer do concelho Foto: CM Vila de Rei

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome