- Publicidade -

Sexta-feira, Janeiro 21, 2022
- Publicidade -

Vila de Rei | CM apoia com 12 mil euros obras na Igreja da Nossa Senhora da Guia

O executivo camarário de Vila de Rei aprovou em reunião de Câmara, na sexta-feira, 17 de novembro, o montante de 12 mil euros para apoiar a Fábrica da Igreja nas obras de substituição da cobertura da Igreja da Nossa Senhora da Guia, em Vila de Rei. A proposta foi aprovada por unanimidade.

- Publicidade -

O pedido chegou da paróquia de Vila de Rei, dando conta da despesa de 21 mil euros nas obras de substituição da cobertura da Igreja da Nossa Senhora da Guia. O executivo propôs um apoio de 12 mil euros que, esta sexta-feira, foi aprovado em reunião de câmara.

A capela de Nossa Senhora da Guia “é muito importante” na sede de concelho de Vila de Rei considerou o presidente Ricardo Aires em declarações ao mediotejo.net.

- Publicidade -

Louvando a iniciativa da Fábrica da Igreja que avançou com as obras, o autarca deu conta que a capela “tinha muitas carências” incluindo “chovia lá dentro”. Ricardo Aires manifestou-se mesmo agradado com a ideia de outras instituições seguirem o exemplo de fazer obras no património edificado.

Reunião de Câmara Municipal de Vila de Rei

Para o presidente “não é só a Igreja que fica a ganhar” mas o “concelho” dizendo tratar-se de “uma capela que todos os vilarregenses gostam e é necessário, para o Parque das Feiras, a capela estar em condições em virtude do forte empenho que tivemos na reconstrução do espaço das Feiras dos enchidos, queijo e mel no último mandato” considerando ser a obra “uma mais-valia para o turismo” e a capela “uma porta de visita” a Vila de Rei.

- Publicidade -

Apesar ter votado favoravelmente esta proposta de apoio à paróquia de Vila de Rei, inicialmente o vereador do PS, Luís Santos, considerou que tal apoio “não faria muito sentido” já que, de acordo com o socialista, tal entidade “tem muita capacidade financeira”, considerando que os 12 mil euros “fazem falta na área social”.

Em defesa da proposta do executivo liderado pelo PSD, o vereador social democrata, Paulo César Luís, disse que “os 12 mil euros espelham a mais-valia pública do edifício em causa” considerando a realização destas obras “na altura certa” logo a seguir à CM ter reabilitado o Parque de Feiras.

Após a troca de ideias, a proposta foi aprovada com os votos favoráveis do PSD e do PS.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome