- Publicidade -

Vila de Rei | Centro Geodésico alerta em azul para o autismo e prevenção dos maus tratos na infância

Assinalando o Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância e o Dia Mundial da Consciencialização do Autismo (2 abril), o Município de Vila de Rei e a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) voltam a juntar-se ao movimento ‘Light It Up Blue’, num grito de alerta e consciencialização sobre o autismo e sobre a prevenção dos maus tratos na infância.

- Publicidade -

O movimento ‘Light It Up Blue’ consiste em cobrir o mundo de azul, através da iluminação de edifícios e/ou monumentos, para sensibilizar e consciencializar a população para a problemática do autismo, que afeta mais de 1% de todas as crianças do mundo, recorda a CM Vila de Rei.

O Dia Mundial da Consciencialização do Autismo assinala-se a 2 de abril, data definida pela Organização das Nações Unidas (ONU), e foi instituído pela necessidade de esclarecer a população mundial sobre o Autismo.

- Publicidade -

Abril é também o “Mês Internacional da Prevenção dos Maus Tratos na Infância”, pelo que o simbolismo da iluminação azul no Centro Geodésico de Portugal, é ainda uma chamada para toda a comunidade, no sentido de refletir e tomar consciência “da importância da prevenção dos maus tratos na infância e do fortalecimento das famílias, no sentido de uma parentalidade positiva e ainda do fundamental envolvimento comunitário”, refere a autarquia.

Durante o mês de abril passará ainda na Rádio Condestável, de Cernache do Bonjardim, um spot alusivo a esta temática, gravado por alunos do Agrupamento de Escolas de Vila de Rei, com objetivo de sensibilizar a população para o tema.

O “Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância” assinala-se nos Estados Unidos desde 1983 e em diversos países europeus desde o início deste século, com o objetivo de alertar para a prevenção dos maus tratos a que muitas crianças e jovens são ainda hoje sujeitos.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).