Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Julho 24, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Vila de Rei | Câmara reforça incentivos à fixação de população

O executivo camarário de Vila de Rei aprovou, na sua reunião ordinária de 4 de maio, novas alterações ao Regulamento de Apoio à Fixação da População, reforçando as medidas de apoio às pessoas que fixarem residência no concelho.

- Publicidade -

Para além dos apoios já existentes de apoio ao casamento (750 euros) e nascimento (750 euros para o primeiro filho, 1.000 euros para o segundo, 1.250 euros para o terceiro e 1.500 euros para nascimentos com recurso à fertilização in-vitro), o Regulamento prevê agora também um apoio de 750 euros para agregados familiares que constituam união de facto e um apoio adicional também de 750 euros para famílias que fixem a sua residência no Concelho (com um montante adicional por cada filho, até aos 16 anos, que se inscreva nos estabelecimentos de Ensino de Vila de Rei de 750 euros para o primeiro filho, 1.000 euros para o segundo e 1.250 euros para a terceira criança).

Os apoios ao nascimento são também reforçados através de um apoio de 500 euros por criança para a aquisição de produtos de puericultura (alimentação, amamentação, segurança, higiene e bem-estar) a serem utilizados nos estabelecimentos comerciais do  concelho.

- Publicidade -

O Presidente da CM Vila de Rei, Ricardo Aires, reconhece, em nota enviada à imprensa, que “mais de uma década após a implementação de medidas de apoio à fixação de população, torna-se necessário adaptá-las a novas necessidades, melhorando e aumentando estes apoios. Este novo regulamento é assim um compromisso renovado na importante luta contra a desertificação do interior, criando melhores condições para que as pessoas se possam fixar no nosso concelho, ao mesmo tempo que damos também um importante apoio aos nossos estabelecimentos comerciais, através das novas medidas para a aquisição de produtos de puericultura”, termina.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here