- Publicidade -

Quinta-feira, Dezembro 9, 2021
- Publicidade -

Vila de Rei | Bar do Parque da Ribeira da Vila em hasta pública para exploração

O Município de Vila de Rei lançou em hasta pública a cedência de exploração do bar/snack bar do novo espaço verde do concelho, o Parque da Ribeira da Vila. Este é equipamento que se prevê que esteja em funcionamento a muito curto prazo, estando prevista conclusão do espaço até meados de julho.

- Publicidade -

A exploração do bar terá uma renda mensal de 500€, segundo informação da autarquia, sendo que o direito ao uso privativo terá o valor base de 100€, passível de licitação até ao limite máximo de 1000€.

Todos os possíveis interessados deverão apresentar as suas propostas em carta fechada, contendo no rosto a expressão “Proposta para a cedência de exploração de estabelecimento de bar/snack bar do Parque da Ribeira da Vila”, até às 16h00 do dia 11 de julho. A abertura de propostas e adjudicação serão feitas na Sala das Sessões, pelas 15h00 do dia 12 de julho.

- Publicidade -

Os critérios para a valorização da proposta serão os seguintes: valor de adjudicação (15%); experiência comprovada na área da restauração e similares (35%); quadro de funcionários a afetar ao estabelecimento (15%); qualidade do projeto de dinamização dos espaços do bar e palco (35%), indica a mesma informação.

A cedência do espaço para uso privativo da exploração do estabelecimento inicia-se a 27 de julho de 2019, com término a 31 de dezembro de 2020, podendo ser renovado sucessivamente pelo período de um ano, até ao limite de 10 anos.

Os interessados em apresentar proposta deverão consultar o Programa de Procedimento, Caderno de Encargos e Modelo de Proposta disponíveis em http://www.cm-viladerei.pt/index.php/pt/servicos-2/avisos-editais. Para qualquer esclarecimento adicional, poderão ainda contactar os serviços da Câmara Municipal de Vila de Rei.

Vila de Rei | Novo parque de lazer deverá estar concluído até meados de julho

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome