Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Julho 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Vila de Rei | Autarquia incentiva recuperação de casas degradadas

O município de Vila de Rei disponibiliza diversos apoios e incentivos para a recuperação de edificações degradadas, incluindo trabalhos de conservação, beneficiação e reparações nas habitações dirigidos aos habitantes do concelho. Também os residentes não-recenseados poderão beneficiar deste apoio, tendo 20% do mesmo, enquanto os residentes recenseados terão apoios a rondar os 50%.

- Publicidade -

Segundo o Regulamento Municipal  de Apoio à Recuperação de Edificações Degradadas, todos os proprietários de habitações degradadas no concelho podem candidatar-se aos apoios autárquicos para a realização de obras de recuperação, que incluem, entre outros, o fornecimento de 50% da areia e tinta necessárias, a redução de 50% na taxa de execução dos ramais de ligação às redes públicas de águas e esgotos, bem como uma redução de igual valor nas taxas de urbanismo, lê-se na informação do município.

Mais informa a autarquia que os proprietários de habitações degradas podem beneficiar igualmente de isenções fiscais caso os edifícios em causa estejam situados nas áreas de reabilitação urbana de Vila de Rei, Fundada ou Milreu.

- Publicidade -

Aos agregados familiares com baixos rendimentos, será igualmente cedida uma percentagem das telhas e cimento necessários à execução das obras.

Ainda assim, todas as pessoas com habitação no concelho e que não estejam recenseadas em Vila de Rei podem igualmente candidatar-se aos apoios referidos, tendo contudo uma menor percentagem de apoio, situada em 20%, contra os 50% para as pessoas com residência fixa registada em Vila de Rei.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome