Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Outubro 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Vila de Rei | Autarquia e Associação Terra de Santos juntos em prol da valorização de Água Formosa

O Município de Vila de Rei e a Associação Terra de Santos – Associação de Defesa e Promoção da Terra, das Gentes e do Património celebraram um protocolo de colaboração no sentido de implementar, na Aldeia do Xisto de Água Formosa, uma série de medidas de proteção e valorização da floresta e do ambiente. O mesmo fora aprovado em reunião de executivo camarário no dia 16 de novembro.

- Publicidade -

Este protocolo surge na sequência de uma candidatura apresentada pela ADXTUR – Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto ao Programa Valorizar,  que implica “a colaboração entre o Município de Vila de Rei e a Associação Terra de Santos no âmbito do investimento para a «Regeneração Agroflorestal Multifuncional e Estabelecimento de Zonas de Proteção a Aldeias Pioneiras»”, explica a autarquia em nota de imprensa.

De acordo com o protocolo, a Associação Terra de Santos compromete-se, entre outras medidas, “[a proceder à] identificação de proprietários e cadastro parcelar, a elaborar um plano de reflorestação e valorização ecológica, organizar ações de voluntariado e de sensibilização ambiental, preparação e limpeza de terrenos, adaptação de caminhos e construção de aceiros, aquisição, plantação e replantação de árvores implementação de áreas de imersão e diversificação de atividades, como percursos sensoriais, observatórios, acolhimento infantil, entre outros, no âmbito da valorização turística”.

- Publicidade -

Já ao Município de Vila de Rei compete “implementar o projeto “Casa da Horta”, no âmbito de valorização turística da aldeia e do próprio concelho, bem como um conjunto de infraestruturas de apoio à aldeia em situação de incêndio florestal e equipamentos de comunicação (rede móvel/wi-fi)”, lê-se.

Ricardo Aires, presidente da Câmara Municipal vilarregense, reconhece que esta candidatura e cooperação entre a autarquia e a associação é benéfica para a Aldeia de Xisto do concelho.

“Depois dos incêndios de 2017, que assolaram também a aldeia de Água Formosa, é essencial aplicar todas as medidas possíveis para evitar novas catástrofes semelhantes”, refere na nota de imprensa enviada ao nosso jornal. “Este protocolo vem permitir uma maior proteção e valorização da floresta, cuja importância a nível ambiental, turístico e económico no concelho é inegável”, termina.

A implementação destes projetos vai implicar um investimento do município de 40.465,22€ e de 32.400,00€ por parte da Associação Terra de Santos, sendo que o referido protocolo deverá vigorar durante o período de execução do projeto da candidatura em causa.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome