Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Julho 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Vila de Rei: Autarquia aprovou contas de 2015

A Câmara Municipal de Vila de Rei apresentou esta segunda-feira, dia 18 de abril, o relatório de gestão e os documentos de prestação de contas relativos ao ano passado que revelaram um resultado líquido positivo de mais de 139 mil euros.

- Publicidade -

O documento foi apresentado durante a reunião do executivo camarário e foi aprovado por maioria, com duas abstenções dos vereadores do PS, Luís Miguel Jerónimo e Carlos Garcia.

Sobre as contas da autarquia, Ricardo Aires, presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei, começou por salientar que “as contas da Câmara Municipal foram bem geridas”.

- Publicidade -

Paulo César Luís, vice-presidente da autarquia, durante a discussão das contas camarárias de 2015 salientou que “a taxa de execução da receita foi de 96% e a taxa de execução da despesa foi de 85%”, salientando ainda o aumento em 7% das receitas próprias e que a margem de endividamento “é de mais de 24 milhões de euros, tendo aumentado substancialmente em relação ao ano anterior”.

No capítulo da Receita, a autarquia de Vila de Rei arrecadou, em 2015, em impostos diretos cerca de 400 mil euros o que se deve, segundo explicou Ricardo Aires ao mediotejo.net, ao IMI – Imposto Municipal sobre Imóveis e ao IMT – Imposto Municipal sobre a Transmissão Onerosa de Imóveis. O total da receita conseguida em 2015 foi de cerca de seis milhões de euros, onde as transferências correntes representaram cerca de 4 milhões de euros.

No que se refere às despesas, os encargos com pessoal representaram cerca de 2 milhões de euros, seguindo-se a aquisição de bens e serviços, com cerca de 1 milhão e 500 mil euros. O total das despesas da Câmara de Vila de Rei em 2015 cifrou-se nos 5 milhões e 392 mil euros.

No que diz respeito à execução do Plano Plurianual de Investimentos, foram concretizados projetos no valor de 1 milhão e 282 mil euros, do montante de 1,5 milhões que estava previsto executar, onde as funções sociais (educação, ação social, entre outras) e económicas (indústria e energia; transportes e comunicações) representaram as maiores fatias de investimento.

vila de rei_reuniao cm18abril2 (Foto: mediotejo.net)
Vereadores do PS abstiveram-se na votação das Contas da Câmara de Vila de Rei referentes ao ano de 2015 (Foto: mediotejo.net)

Durante a discussão das Contas camarário de 2015, Luís Miguel Jerónimo (PS) começou por referir que “o Orçamento inicial às vezes tem pouco a ver com o orçamento que depois é revisto”, salientando que, ao longo do ano,” houve um reforço de cerca de um milhão de euros”.

“Sabemos que ao longo do ano é sempre preciso fazer alterações de coisas que não estão previstas, mas o número de alterações descaracteriza o orçamento inicial”, referiu o vereador Luís Miguel Jerónimo (PS).

“A despesa ficou abaixo de 15% o que é positivo mas só gostávamos de perceber em que é que estes 700 mil euros se manifestaram”, questionou Luís Miguel Jerónimo (PS).

Ricardo Aires explicou que as verbas do QREN e do Portugal 2020 não chegam a horas, como estava previsto, e a situação provoca constrangimentos na Divisão Financeira e que se o Portugal 2020 tivesse começado em 2015, “tínhamos feitos certas coisas que não fizemos”.

No que se refere aos prazos de pagamentos a fornecedores, o presidente da autarquia de Vila de Rei salientou que “estamos a pagar a cerca de 21 dias aos fornecedores, passamos de 27 para 21 dias e isso é meritório”.

A propósito da apresentação das contas de 2015, Ricardo Aires, presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei, em declarações ao mediotejo.net destacou que “cumprimos a Lei das Finanças Locais, em termos de receita estamos acima dos 95% e na despesa acima dos 85 % como a Lei diz. É um Orçamento que foi feito com a máxima prudência no início de setembro de 2014, acho que não nos enganámos muito porque senão não tínhamos esta percentagem e que o orçamento deste ano será tão rigoroso como foi este. Estou satisfeito, a oposição acho que também está satisfeita porque no ano passado votaram contra e este ano abstiveram-se, acho que já é um ponto de viragem na nossa oposição de que estamos a fazer um bom trabalho”.

o relatório de gestão e os documentos de prestação de contas relativos ao ano de 2015 vão agora ser discutidos e votados na próxima sessão da Assembleia Municipal de Vila de Rei que se realiza no próximo dia 28 de abril, às 10h.

Entrou no mundo do jornalismo há cerca de 13 anos pelo gosto de informar o público sobre o que acontece e dar a conhecer histórias e projetos interessantes. Acredita numa sociedade informada e com valores. Tem 35 anos, já plantou uma árvore e tem três filhos. Só lhe falta escrever um livro.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here