Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Setembro 24, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Vila de Rei | Anel ciclável e pedonal já concluído, a par de requalificação da Calçada da Fonte

Terminaram os trabalhos de requalificação da rua da Calçada da Fonte, em Vila de Rei, que liga o centro histórico à zona do Carrascal, complexo desportivo e escolas, bem como ao Parque da Ribeira da Vila. Também concluída foi a criação do anel ciclável e pedonal que faz a ligação à aldeia de Cidreiro.

- Publicidade -

Estes trabalhos de beneficiação incluíram a requalificação da rua da Calçada da Fonte, que liga a zona histórica da sede de concelho à zona das escolas e equipamentos desportivos, a criação de uma faixa pedonal até à aldeia de Cidreiro e uma rede ciclável até junto ao Hotel Vila de Rei, com passadiço em madeira desde o Parque da Ribeira da Vila até junto ao posto de combustível na EN2, refere a autarquia em nota de imprensa.

Segundo a autarquia, esta obra requalificou “uma via de acesso primordial e estruturante para Vila de Rei, com ligação direta entre o centro histórico da Vila e a zona onde se encontram os equipamentos desportivos, de educação, sociais e a zona verde do Parque da Ribeira da Vila”, permitindo assim uma outra fruição destes locais e incentivando modos de deslocação amigos do ambiente.

Por outro lado, a criação da rede pedonal até à aldeia de Cidreiro e ciclável até junto ao Hotel Vila de Rei contribui para a melhoria da mobilidade em Vila de Rei, indo ao encontro dos objetivos definidos no Plano de Acessibilidade Local do município.

- Publicidade -

A obra esteve a cargo da empresa Américo R. Rolo – Construções, Lda, pelo valor de 499.332,31€ + IVA, e um prazo de execução de nove meses.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome