- Publicidade -
Sexta-feira, Dezembro 3, 2021
- Publicidade -

Vila de Rei | Alunos desenvolvem projeto intergeracional contra a indiferença

Os alunos da turma do 7º A do Agrupamento de Escolas de Vila de Rei encontram-se a desenvolver, no âmbito do Projeto de Autonomia e Flexibilidade Curricular em que a escola está inserida, a iniciativa “Indiferença” que pretende despertar os alunos para a necessidade de combater a indiferença em relação a situações e pessoas, desenvolver e motivar os afetos e promover a aceitação e o respeito pela diferença.

- Publicidade -

O projeto, que irá decorrer ao longo do ano letivo e sendo alargado a novas instituições, já decorre no lar “Casa dos Avós”, onde já foram desenvolvidas atividades conjuntas com os utentes no âmbito de várias disciplinas, como jogos matemáticos, partilha de lendas e atividades de educação física.

Estas iniciativas pretendem criar laços intergeracionais e, nesse sentido, por iniciativa dos encarregados de educação e da direção do lar “Casas dos Avós”, foram ainda organizados um magusto e um almoço-convívio nesta instituição, para alunos e utentes.

- Publicidade -

Durante a quadra natalícia estão agendadas novas atividades, nomeadamente um coro de Natal com canções tradicionais da época, em língua inglesa e francesa.

Em jeito de balanço, a diretora de turma do 7º A, Sandra Major, afirma, em nota de imprensa enviada à comunicação social, que “as atividades têm corrido muito bem e tem sido um projeto muito enriquecedor para todos, baseado na partilha de experiências de vida, conhecimentos e afetos”.

Por sua vez, Ricardo Aires, presidente da Câmara Municipal, refere que “é com muita satisfação que o Município de Vila de Rei olha para este projeto intergeracional desenvolvido pelo Agrupamento de Escolas”, acreditando que “esta abertura da comunidade escolar para com outras áreas da sociedade vai certamente ser importante para ambos os lados, graças à troca de experiências e vivências que possibilita”, conclui.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome