Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Julho 30, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Verdes querem saber posição do Governo sobre “ameaça considerável” de Almaraz

O grupo parlamentar de Os Verdes considera a central nuclear espanhola de Almaraz uma “ameaça muito considerável” cujo encerramento é “um imperativo” e questiona o Governo português sobre que informações tem e que posição defende.

- Publicidade -

O grupo questionou hoje o Ministério do Ambiente através da Assembleia da República, querendo saber nomeadamente que informações regulares presta o Governo espanhol a Portugal sobre Almaraz e se Portugal defende o encerramento da central.

O jornal espanhol El País noticiou hoje que inspetores do Conselho de Segurança Nuclear espanhol (CSN) “têm alertado para falhas no sistema de arrefecimento de serviços essenciais da central nuclear de Almaraz”, tendo relatado que “cinco inspetores consideraram que não há garantias suficientes de que as bombas de água do sistema de serviços essenciais operem com normalidade”.

- Publicidade -

No documento entregue na mesa da Assembleia, Os Verdes lembram que a central espanhola, junto do rio Tejo e a cerca de 100 quilómetros da fronteira portuguesa, “já ultrapassou há muito o seu período de vida útil” e que prolongar o funcionamento “constitui uma ameaça nuclear considerável”.

“Um acidente nuclear na central de Almaraz teria efeitos catastróficos em Portugal”, diz-se no texto da pergunta, acrescentando-se que “é um imperativo” que o país “manifeste ao Governo espanhol uma preocupação muito direta sobre o funcionamento deficiente desta central nuclear” e que peça explicações diretas ao Governo espanhol.

Afirmando que Almaraz é das centrais nucleares mais antigas da Europa e que tem problemas há vários anos, os últimos em setembro do ano passado e em janeiro deste ano, o grupo parlamentar diz que é imperativo encerrar a central.

Além disso, pergunta ao Governo que esclarecimentos ou diligências tomou junto do executivo espanhol, decorrentes da informação prestada pelo Conselho de Segurança Nuclear, e se manifestou a Espanha a “firme vontade” de garantir a segurança de Portugal e da forma como a central de Almaraz “representa uma ameaça a esse objetivo”.

Agência de Notícias de Portugal

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome