Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Julho 24, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Vem aí nova “Ocupação” em Fátima

O grupo de jovens que promoveu em Agosto a “Ocupação” de um antigo palacete em Fátima, regressa agora com nova iniciativa cultural no antigo Shopping Center da cidade. A organização diz não ter expetativas relativamente à adesão à iniciativa, mas no primeiro movimento conseguiram captar o interesse de 70 artistas e cerca de 700 visitantes.

- Publicidade -

Começou por ser uma atividade de pequena dimensão, uma ideia de dois primos que “resolveram fazer uma coisa artística em Fátima”. À ideia juntou-se a vontade de outros jovens em promover o projeto, acabando por se ocupar uma vivenda T10, abandonada em Fátima há 20 anos, que a memória popular dizia tratar-se da imitação de uma casa de Júlio Iglesias. Durante 15 horas o espaço esteve acessível a centenas de pessoas, que aí puderam presenciar variadas manifestações artísticas, da dança às artes plásticas, passando pelo vídeo, a música e o teatro.

A 19 de dezembro a “Ocupação” regressa, desta vez no piso -1 do velho Shopping Center de Fátima, o primeiro do género ali a ser construído nos anos 90. Inicialmente com um cinema e várias lojas e restaurantes abertos, foi perdendo progressivamente clientes e lojistas, assim como o próprio cinema. O piso -1 está hoje fechado ao público e com indicações no local para não se descer, restando apenas algumas lojas abertas.

- Publicidade -

Escolhemos este espaço por ser mais um espaço entregue ao abandono e onde há poucos anos havia um cinema e um movimento jovem muito grande. É mais um sinal da desertificação e da fuga dos jovens!”, referiu ao mediotejo.net um dos mentores da “Ocupação”, Rodrigo Pereira. “À semelhança da Ocupação#1, não temos expectativas. Queremos fazer o melhor trabalho que conseguirmos e que as pessoas possam vir participar, mas não nos alimentamos de expectativas”, frisou.

Esta Ocupação centrar-se-á numa programação de conversas sobre alguns temas”, adiantou Rodrigo. “Teremos intervenções de artistas e outras novidades. Seguimos os mesmos princípios e valores da primeira, mas nós gostamos de crescer organicamente com todas as pessoas (artistas, colaboradores, interessados) que ajudem a dinamizar a Ocupação enquanto um projeto horizontal e de dinamização artística e cultural”.

Na promoção da “Ocupação” a data limite “para conversarmos” é este dia 4, sexta-feira”. Tal como na primeira iniciativa, o espaço está aberto à instalação de pequenas bancas para venda de merchandising ou publicações independentes.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here