Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Julho 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

União de Tomar quer andar nos lugares cimeiros da tabela classificativa

Depois de ter conseguido o segundo lugar em 2014-2015, o União Futebol Comércio e Indústria de Tomar – União de Tomar -, parte para a nova época com a ambição de igualar a classificação da época passada.

- Publicidade -

O MedioTejo.net falou com Paulo Moura Director Desportivo do clube nabantino que começou por falar dos objectivos da equipa. “Queremos fazer o melhor campeonato possível, tentar igualar a classificação da época passada, sabendo que vai ser muito difícil, uma vez que se espera que este campeonato seja muito mais competitivo e equilibrado que o do ano passado. Estamos a construir uma equipa para lutar pelos lugares cimeiros, não nos vamos assumir como candidatos a subir de divisão porque a nossa aposta não passa por aí. A subida de divisão não é nem de perto de longe o nosso objectivo, temos consciência de que é preciso mais qualquer coisa para apostar na subida. Julgamos ter uma equipa para lutar pelos lugares cimeiros, já o ano passado entrámos com este objectivo e conseguimos o segundo lugar, se este ano as coisas correrem de feição e conseguirmos o primeiro lugar, não abdicaremos do direito de subir de divisão”.

O plantel do clube tomarense é composto por vinte e seis jogadores, em que a maioria dos continuam da época passada, assim como o treinador Lino Freitas. Para Paulo Moura esta estabilidade é essencial para conseguir os objectivos, “optámos por seguir a estabilidade. Os reforços foram cirúrgicos, praticamente são quase todos regressos à casa, porque fizeram a formação no clube e até mesmo o três brasileiros que estão para chegar já representaram o clube há bem pouco tempo”.

- Publicidade -

Quanto ao nível do campeonato 2015-2016, o Director Desportivo dos nabantinos não tem dúvidas, “Não há dúvidas que a 1ª Distrital deste ano tem muitas equipas históricas, vai ser um campeonato onde se vai perder muito mais pontos que o ano passado, se calhar vamos perder pontos onde não pensamos e ganhar onde não estamos à espera. Já vi o Fátima jogar e considero-o o principal candidato, mas não tenho duvidas que vai ser um campeonato muito competitivo e com muita emoção. Por tudo isto, decidimos apostar na continuidade da maioria do grupo de trabalho e trazer novamente os três brasileiros para podermos equilibrar com as restantes equipas do campeonato”.

O Campeonato Distrital da 1ª Divisão vai contar com a maioria dos grandes emblemas do futebol distrital, quase todos eles já andaram pelos nacionais o que torna a expectativa quando ao vencedor ainda maior, Paulo Moura aponta algumas equipas como candidatos principais, “eu penso que pelo investimento que têm estado a fazer que Fátima e Fazendense são principais candidatos à subida, depois existem outras equipas como o União de Tomar, Amiense, Riachense, Torres Novas e Ouriense que vão estar na luta nos lugares cimeiros, mas Fazendense e Fátima pelos nomes e investimento que isso implica são os principais candidatos”.

Para o Director Desportivo do União de Tomar, a participação do clube na primeira eliminatória da Taça de Portugal é motivo de grande orgulho, pois permitiu à cidade de Tomar “recordar o ambiente do passado e de grandes jogos”.

Plantel do União de Tomar 2015-2016

Treinador: Lino Freitas

Guarda-Redes: Telmo Rodrigues; Francisco Ferreira (ex-Amiense); Pedro Abelho.

Defesas: Fábio Vieira; Renato (ex-Ferreira do Zêzere); Douglas (ex-Arganil); Rui Lopes (ex-Ferreira do Zêzere); Pedro Figueiredo (sem clube); Nuno Rodrigues; Rui Silva “China”; André Silva e “Queijinho” (ex-junior U.Tomar)

Médios: Mauro Valente (ex-Ferreira do Zêzere); Chrystian (ex-Arganil); Ricardo Natividade (ex-Moçarriense); Bruno Araújo (ex-Fazendense); Telmo Ferreira; Luís Alves; Tiago Vieira; Jorge Pereira “Joca”; Faustino (ex-junior U.Tomar) e Hugo (ex-junior U.Tomar)

Avançados: Diogo Moreira; Daniel Henriques “Pele”; David Vieira e Wemerson Silva.

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here