Terça-feira, Março 2, 2021
- Publicidade -

“Uma reflexão politicamente incorreta”, por Miguel Borges

Um problema de baixa auto-estima política – Tenho uma enorme dificuldade em compreender porque é que os decisores políticos não estão incluídos nos grupos prioritários para vacinação COVID19. Uma polémica que vai crescendo à medida que esta possibilidade vai sendo posta em “cima da mesa. Refiro-me ao Presidente da República, Primeiro-ministro e restantes Ministros, Presidentes de Câmara, entre outros. Pessoas que estão na linha da frente no combate indireto à pandemia. Poderá ser por falta de coragem política, por hipocrisia política ou outras razões eventualmente aceitáveis.

- Publicidade -

Não quero acreditar que tal situação se deva a baixa autoestima política em que nem os próprios acreditam no elevado e indispensável interesse público da sua função. Auto considerando-se dispensáveis, autoexcluído-se. Quando os próprios não conseguem fazer valer a sua importância, como é que vamos exigir que o comum dos cidadãos a entenda.

No meu caso particular, fiquei doente com COVID 19, obrigando-me a estar ausente da minha Câmara por um período de 52 dias, 19 dos quais em internamento hospitalar. Por este motivo, ficarei no fim da lista, portanto, nada peço para mim.

- Publicidade -

Com três eleitos em regime de permanência, quis o destino que um dos vereadores também ficasse infetado, restando o Vice-presidente da Câmara. Uma preocupação se imporia se este último elemento do executivo em permanência também ele fosse infetado. A probabilidade de uma boa parte dos serviços municipais pararem era grande, por exemplo, no limite nem seria possível o pagamento dos vencimentos aos trabalhadores e a contratação de bens e serviços essenciais, alguns deles de extrema importância para o apoio no combate ao COVID 19.

Veja-se, por exemplo, o que poderia acontecer com a contratação de Equipamentos de Proteção Individual e outros para uma corporação de bombeiros que é Municipal!

Imagine-se uma administração hospitalar com grande parte dos seus elementos infetados!

Para além da já referida baixa auto estima política, a ignorância pode vir a transformar-se num enorme pesadelo para todos nós.

*Miguel Borges – Doente COVID, em recuperação

Miguel Borges é Presidente da Câmara de Sardoal e Presidente da Comissão Distrital da Proteção Civil de Santarém

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).