Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sábado, Outubro 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Turismo | Abertas candidaturas ao “Programa de Apoio 365 Alentejo-Ribatejo 2019”

Até 31 de dezembro estão abertas as candidaturas ao «Programa de Apoio 365 Alentejo-Ribatejo 2019» que tem por objetivo “reforçar o conteúdo turístico e a notoriedade das iniciativas a selecionar, nomeadamente daquelas que procurem no 365 apoio financeiro para a respetiva qualificação”.

- Publicidade -

Podem candidatar-se a esta 2ª edição do programa todos os agentes ou empresas turísticas e culturais, outros agentes institucionais de índole associativa com objeto e finalidade estatutária na área do turismo ou afim, bem como os 58 municípios do Alentejo e Ribatejo. Entre os municípios abrangidos estão Almeirim, Alpiarça, Benavente, Cartaxo, Chamusca, Coruche, Golegã, Rio Maior, Salvaterra de Magos e Santarém.

A Turismo do Alentejo, E.R.T. a Agência Regional de Promoção Turística do Alentejo e o Turismo de Portugal, consideram fundamental “consolidar o projeto de um calendário anual de eventos no Alentejo e Ribatejo”. Por isso é objetivo do Programa “reforçar o conteúdo turístico e a notoriedade das iniciativas com maior ênfase a eventos que demonstrem de forma inequívoca o seu potencial e interesse promocional em dirigirem a respetiva comunicação aos visitantes estrangeiros”.

- Publicidade -

As áreas temáticas abrangidas pelo regulamento de apoio 365 Alentejo-Ribatejo, são: Música, Ópera, Dança, Performance, Teatro, Cinema, Novo Circo, Literatura, Artes Visuais, Animação de Património, Festas e Romarias, Feiras e Mercados, eventos de Gastronomia e Vinhos e eventos de Desporto, desde que com interesse turístico, Natureza ou Aventura abertos ao público, sendo também possível o cruzamento disciplinar entre duas ou mais áreas das temáticas referidas.

Os interessados podem obter mais informações no link dos promotores.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome