Três municípios do Médio Tejo na lista dos que demoram mais a pagar

Edifício da Câmara Municipal de Tomar. Foto: DR

Tomar, Sardoal e Entroncamento são os três municípios do Médio Tejo que integram a lista dos que tinham prazos médios de pagamento aos fornecedores superiores a 60 dias no final do 3º trimestre deste ano.

PUB

Na lista publicada trimestralmente pela Direcção-Geral das Autarquias Locais têm vindo a constar cada vez menos municípios, o que significa que os prazos de pagamento estão cada vez mais curtos.

Aliás, até ao 2º trimestre deste ano a publicação abrangia os municípios que demoravam mais de 90 dias a pagar e na última lista passaram a fazer parte apenas os que demoram mais de 60 dias.

PUB

Da região do Médio Tejo, Tomar persiste em ocupar os primeiros lugares neste “ranking”. Dos 70 municípios referidos na lista, Tomar surge em 8º lugar com um prazo médio de pagamento de 361 dias, ou seja, quase um ano, um prazo que se tem mantido praticamente igual desde 2015.

Sardoal posiciona-se em 41º lugar com 112 dias como prazo médio de pagamento. E, por fim, Entroncamento em 58º lugar, a demorar 71 dias a pagar, um município que tem vindo a reduzir gradualmente os prazos de pagamento.

PUB

Do distrito de Santarém fazem ainda parte da lista mais recente: Alpiarça (23º – 189 dias), Golegã (29º – 159 dias), Cartaxo (36º – 119 dias), Santarém (66º – 63 dias) e Rio Maior (67º – 63 dias).

Em 2015 a Direcção-Geral das Autarquias Locais publicava a lista completa dos municípios e o respetivo prazo médio de pagamento. Nessa altura, por exemplo Torres Novas só demorava, em média, sete dias a pagar. Da lista dos mais cumpridores estavam ainda Abrantes (oito dias), Alcanena (14 dias) e Ourém (15 dias).

 

Municípios do Médio Tejo com prazo médio de pagamento superior a 60 dias no final do 3º trimestre de 2016

Posição  Município PMP (n.º dias)

a 30-09-2016

Tomar 361
41º Sardoal 112
58º Entroncamento 71

 

 

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here