Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Terça-feira, Maio 11, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tramagal | Posto da Repsol arrombado e assaltado

O posto de abastecimento de combustíveis Repsol, em Tramagal, foi assaltado esta madrugada por método de arrombamento com uma viatura que havia sido furtada pouco antes na localidade de Terra Nova, também na freguesia de Tramagal. Tabaco, bebidas e moedas foram o alvo do assaltante, que continua a monte.

- Publicidade -

Tabaco, bebidas e moedas foi o alvo do assaltante, que continua a monte. Foto: mediotejo.net

O carro roubado serviu para arrombar a porta do posto de abastecimento e partir os vidros da entrada, tendo o assalto resultado no roubo de várias centenas de maços de tabaco, algumas bebidas e moedas para trocos, em prejuízos globais ainda não apurados, segundo o gerente da Repsol de Tramagal, António Mota.

- Publicidade -

“O assalto deu-se às 04:40, e o principal prejuízo foi a porta partida e os vidros da entrada. Mas o assaltante também levou algumas centenas de maços de tabaco, umas bebidas e algumas dezenas de euros em moedas, que serviriam para os trocos”, disse o responsável, tendo acrescentado que o sistema de videovigilância registou todo o assalto e o prróprio assaltante, que atuou de cara descoberta.

 

Posto de abastecimento foi assaltado às 04:40 por método de arrombamento. Foto: mediotejo.net

O assaltante terá deixado a viatura onde se deslocava, igualmente roubada, na Terra Nova, onde pegou num Audi A3 ali estacionado, e seguiu até ao posto de abastecimento de Tramagal, acerca de um quilómetro de distância, realizando o assalto e colocando-se em fuga.

O carro Audi A3 (idêntico ao da imagem), de David Catarino foi roubado esta noite, na Terra Nova, Tramagal, servindo para fazer um assalto nas bombas de combustível da Repsol.  Se alguém o vir, por favor informe.. Matrícula: 94 – 67 -OZ

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

2 COMENTÁRIOS

    • Boa tarde, é um aglomerado populacional, caro José, em torno da EN 118, e, essencialmente, da rua da Terra Nova. Não sendo uma aldeia, identifiquei como sendo um lugar, daí designar de localidade, de local do Tramagal. obrigado pela observação

COMENTÁRIOS

Please enter your comment!
O seu nome