Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Agosto 3, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tramagal: Pedalada solidária da Cistus ultrapassa os 1 600 km

No âmbito do seu cariz de responsabilidade social, a Associação Cistus, está a promover até esta terça-feira uma iniciativa denominada Pedalada Solidária, realizada em parceria com o Intermarché Contact de Tramagal e com a Câmara Municipal de Abrantes – Secção de Desporto.

- Publicidade -

Quando faltam cerca de 24 horas para fechar o evento desportivo e de cariz solidário, a Cistus conseguiu colocar dezenas de pessoas a pedalar tendo alcançado a meio da tarde de segunda-feira 1 661,19 quilómetros (km) nas duas bicicletas fixas colocadas no Intermarché Contact de Tramagal, e nas quais qualquer pessoa pode pedalar.

Por cada 10 km percorridos nessas bicicletas, serão doados pelo Intermarché Contact de Tramagal 500 gramas de alimentos, que reverterão para a ajuda às famílias carenciadas do concelho de Abrantes.

- Publicidade -

BICLA2

Esta ajuda será realizada através da Associação Vidas Cruzadas, à qual serão doados os alimentos, e posteriormente distribuídos pelas famílias por esta sinalizadas em situação social de risco.

A Associação Juvenil Cistus afirma querer, assim, “criar um encontro entre o desporto e a ajuda social, pois pretendemos também consciencializar as pessoas que a prática do desporto pode ser utilizada com fins que não apenas os próprios, ou seja, tornar o desporto uma ponte com um âmbito social de entreajuda”.

Esta iniciativa teve início no dia 26 de maio e terminará na terça-feira, dia 31 de maio. O horário de funcionamento será o mesmo do estabelecimento comercial de Tramagal, ou seja, das 09:00 às 20:00.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome