Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quarta-feira, Outubro 20, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tramagal | Nuno Falcão Rodrigues nomeado para enólogo do ano

O enólogo Nuno Falcão Rodrigues, proprietário da Quinta Casal da Coelheira, em Tramagal, Abrantes, está nomeado para enólogo do ano 2018.

- Publicidade -

A nomeação chegou do reconhecido crítico de vinhos e também enólogo, autor do Guia Popular de Vinhos, Aníbal José Coutinho, que selecionou dez enólogos entre os melhores do país e Nuno Falcão Rodrigues integra a lista dos enólogos nomeados para a 11ª edição dos Prémios W.

A ideia “era inspiradora e reforçava o meu constante esforço para retribuir o carinho e o acolhimento que, desde a primeira hora, recebi de todas as pessoas que integram o mundo profissional do vinho em Portugal” explica Aníbal Coutinho, que considera ter-se metido “numa alhada” quando decidiu premiar a excelência na fileira do vinho.

- Publicidade -

Por seu lado, o enólogo do Casal da Coelheira vê esta nomeação com “orgulho” por saber que “há um crítico reconhecido que olha para nós e para o nosso trabalho” embora confesse ter sido apanhado de “surpresa” ao ler a indicação nas redes sociais, porque “felizmente o País está recheado de grandes enólogos e grandes produtores de vinho”.

Além disso “o Tejo não é das regiões mais mediáticas”, observa Nuno Falcão Rodrigues, o que acaba por dar “maior importância a esta distinção”. Contudo, nessa matéria, reconhece dias melhores na Região Tejo.

Casal da Coelheira, Tramagal. Créditos: Vinhos Casal da Coelheira

Para lá do orgulho manifesta também “alegria” de toda a equipa. “A nomeação está individualizada na minha pessoa mas é o reconhecimento pelo trabalho de uma equipa, que é liderada por mim, mas é o fruto de um trabalho conjunto”, frisou Nuno Falcão Rodrigues.

A escolha dos vencedores “será de superlativa dificuldade; já a nomeação dos 10 candidatos fica facilitada pela avaliação que pude fazer ao seu trabalho, pela prova dos melhores vinhos por eles desenhados”, deu conta ainda Aníbal Coutinho.

Os vencedores do Prémios W são, por regra, anunciados em janeiro, mês de aniversário de Aníbal Coutinho, embora Nuno Facão Rodrigues se afirme “desprendido de qualquer ambição de vir a ser o vencedor” do Prémio W referente a 2018 na categoria de Enólogo do Ano.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome