Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Julho 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tramagal: Museu MDF é apresentado no 30º aniversário da Vila

As comemorações do 30º aniversário da Vila de Tramagal principiam às 10:00 de domingo, dia 3 de julho, com uma sessão solene que vai decorrer nos antigos escritórios da Metalúrgica Duarte Ferreira (MDF), local onde serão efetuadas as intervenções oficiais e a apresentação de dois projetos para o Tramagal: o projeto de museografia do Museu Metalúrgica Duarte Ferreira e a apresentação do projeto do monumento aos Combatentes da Guerra do Ultramar.

O projeto de museografia do Museu da MDF vai ser dado a conhecer à população, equipamento cultural que nasce em Tramagal a partir do espólio legado pela Metalúrgica Duarte Ferreira, extinta em 1995.

“É um privilégio poder contar no nosso concelho com uma Vila que assinala 30 anos e que reflete a dinâmica da comunidade do Tramagal, num momento duplamente festivo porquanto Abrantes assinala este ano os 100 anos de cidade”, disse ao mediotejo.net Maria do Céu Albuquerque, presidente da Câmara Municipal de Abrantes, que vai estar em Tramagal nas cerimónias de aniversário da Vila, tendo destacado a “apresentação pública de dois projetos que se revestem de especial importância para a comunidade”.

“O monumento aos Combatentes, que a Câmara Municipal desenvolveu numa parceria com a Junta de Freguesia e com os antigos Combatentes e que queremos fazer em breve”, e o “projeto de museografia que assenta no legado de um homem que vai permitir mostrar aos mais jovens que vale a pena ser empreendedor para poder construir um futuro coletivo e individual diferente, se tivermos capacidade de sair da nossa zona de conforto e fazer o que o Comendador Eduardo Duarte Ferreira fez no Tramagal, em Abrantes e em Portugal”.

O projeto de instalação do Museu resulta de uma parceria entre a Câmara Municipal de Abrantes, a Junta de Freguesia de Tramagal e a empresa Diorama, de Joaquim Dias Amaro, e contará com espaços expositivos e documentais daquela que foi uma das principais empresas metalúrgicas do país.


 

PUB
PUB


A Duarte Ferreira, que produziu os célebres camiões Berliet que equiparam o exército colonial português, chegou a ter 2.600 trabalhadores antes de ter sido intervencionada pelo Estado após o 25 de abril de 1974 e depois retalhada em pequenas empresas, muitas das quais viriam a falir.

Nascido em Tramagal em 1856 no seio de uma família humilde, o fundador da fábrica, Eduardo Duarte Ferreira, começou por se dedicar ao fabrico de alfaias agrícolas, em especial charruas, estando a sua pequena forja unipessoal na génese daquela que viria a ser uma das maiores unidades industriais portuguesas, tendo adotado como seu símbolo comercial e de marca uma borboleta.

A presidente da Câmara de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, disse ainda que a apresentação do projeto de museografia vai decorrer no rés-do-chão do antigo edifício dos escritórios da MDF, espaço cuja reabilitação está concluída.

“Tencionamos, no âmbito deste quadro comunitário de apoio, criar condições para recuperar o 1º piso no âmbito de um projeto que reforça a nossa estratégia de criação de produtos turísticos para podermos trazer mais visitantes ao nosso concelho, seja através do património cultural, seja através do património de arqueologia industrial, tão importante na história de Tramagal, de Abrantes e de Portugal”, destacou.

No domingo, dia 3 de julho, o mercado diário de Tramagal vai acolher ainda mais uma edição da Feira Franca (10:00-17:00), e a tradicional missa de domingo, que será celebrada ao ar livre, às 12:00, no Largo dos Combatentes.

À tarde, no Largo dos Combatentes, praça central do Tramagal, o projeto musical tramagalense ‘Viver a Música’, vai dar um concerto às 17:30, num espetáculo que conta sempre com muita animação e com músicas que atravessam várias gerações.

O Projeto Viver a Música teve a sua origem na SAT, coletividade que assinalou no dia 1 de julho 115 anos em atividade (foi fundada 1 julho de 1901) no Tramagal, à cerca de quatro anos e meio, é composto por 16 elementos (em palco 13) oriundos de vários locais da região, com espectáculos personalizados e diferentes de ano para ano, procurando assim trazer aos palcos as mais variadas versões musicais, representativas de um determinado conjunto de critérios, a que chamam “TEMA”.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

1 COMENTÁRIO

  1. boas
    OS MEUS CUMPRIMENTOS
    tenho uma peça lister de 1928 com uma bba de agua e apetrechada com um carro da tém da vossa METALÚRGICA que gosta saber mais do mesmo. uma peça que consigo ver num dos vossos catalgos.
    sem mais de mmto aguardo.
    carlosalvesstr@gmail.com
    CARLOS ALVES
    960035268

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Publicidade -