Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sábado, Novembro 27, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tramagal | Morreu o jornalista Manuel Tomás, o pai da “Vila Convívio”

Morreu hoje Manuel Tomás, aos 87 anos. Desde sempre ligado à imprensa regional, Manuel Marques Tomás foi quem batizou Tramagal como a “Vila Convívio” do Ribatejo, já lá vão 40 anos, e na sequência dos inúmeros almoços convívio organizados pelos mais diversos grupos onomásticos: dos Joões às Marias, dos Joaquins aos Josés, dos Ruis aos Manuéis.

- Publicidade -

Manuel Marques Tomás (25.5.1933-15.5.2021) morreu no hospital de Abrantes, onde havia sido internado devido a uma pneumonia. O velório decorre este sábado, na casa mortuária de Tramagal, entre as 17:00 e as 21.30. As cerimónias fúnebres têm início às 09:30 de domingo, no cemitério de Tramagal. Devido à pandemia, as cerimónias são restritas.

Manuel Tomás, jornalista à época, lembrou em 2016 ao nosso jornal como surgiu a ideia de batizar Tramagal como sendo a Vila Convívio. Uma vez que colaborava com o jornal Abarca e com as rádios Tágide e RAL, um dia deu-se conta das inúmeras notícias que elaborava sobre os convívios que se realizavam em Tramagal.

- Publicidade -

“Se Abrantes era a Cidade Florida e Constância a Vila Poema, porque não Tramagal ser conhecida como a Vila Convívio?”, lembrou ao mediotejo.net em 2016, por ocasião dos 30 anos da elevação de Tramagal a Vila.

A ideia saiu plasmada num artigo publicado no jornal Abarca, de Tramagal, e desde aí até hoje Tramagal passou a ser conhecida por Vila Convívio do Ribatejo, apesar dos tempos não apagarem a história e a localidade continuar a ser designada por Vila Metalúrgica.

“A ideia pegou porque em Tramagal as pessoas gostam muito de conviver e existem numerosos grupos que todos os anos fazem o seu convívio, apesar de ter menos gente e ser uma localidade menos pujante do que era há 35 anos.

E até quem tinha um nome menos vulgar não tinha motivo para ficar de fora porque depressa se encontrou uma solução para as Carlotas e Perpétuas, e para os Aurélios e afins: juntaram-se nos almoços convívios dos nomes ‘Diversos” e “Diversas”, isto sem contar com os almoços convívio das inspeções militares ou das amizades forjadas pelas membros das equipas que representaram o Tramagal Sport União (TSU), entre outros.

Mas a tradição mantém-se, depois de todos estes anos, e até os Manuéis, que são cada vez menos, continuam a conviver. Se aparecer só um Manuel ao encontro, não dá. Mas, se aparecerem dois Manuéis, aí o almoço convívio é mais do que certo”, asseverou.

Manuel Marques Tomás morreu aos 87 anos no hospital de Abrantes, onde havia sido internado devido a uma pneumonia. Foto arquivo: mediotejo.net

Manuel Tomás ainda sorriu ontem com a conquista do campeonato pelo seu Sporting, contou ao mediotejo.net a sua sobrinha, revelando que era adepto do Sporting, o seu clube do coração. 

Que Tramagal nunca deixe de conviver e de brindar a Manuel Tomás, que tão bem soube interpretar, relatar e perpetuar os feitos do seu Tramagal natal.

À família enlutada, o jornal mediotejo.net e a sua equipa apresentam as mais sinceras condolências.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome