Tramagal: Mário Silva é o novo presidente da SAT

Mário Dias da Silva, 59 anos, ferroviário de profissão, foi eleito este domingo presidente da direção da Sociedade Artística Tramagalense (SAT), de Tramagal, concelho de Abrantes, substituindo no cargo Sérgio Santos, que dirigiu a centenária coletividade durante os últimos 10 anos.

PUB

O mandato da nova equipa diretiva é válido para os próximos dois anos.

Mário Silva, (que já foi presidente da SAT em 2002 e 2003) disse ao mediotejo.net que é um regresso a uma casa que conhece, tendo começado por deixar uma palavra de elogio ao trabalho desenvolvido pelos elementos das anteriores direções (5) sempre lideradas por Sérgio Santos. “A primeira palavra é de reconhecimento ao Sérgio e às suas equipas pelo excelente trabalho que desenvolveram em prol da SAT e do Tramagal”, destacou.

PUB
MARIO
Mário Silva é o novo presidente da SAT

“O convite que me foi dirigido foi aceite por ser sempre aliciante trabalhar em prol desta centenária coletividade, a Catedral da Cultura como é conhecida, e o que vamos fazer é um trabalho de continuidade. A equipa é jovem mas empenhada e experiente, uma vez que inclui 5 elementos que transitam da direção anterior”, frisou.

Mário Silva disse ainda que a SAT mantém em atividade regular cerca de 150 pessoas, na Escola de Música, Grupo de Teatro, Grupo de Cantares Populares, Viver a Música, Grupo Coral e Escola de Dança, e que o objetivo é “manter e reforçar a atividade e dinâmica cultural”.

PUB

Para o efeito, deixou um apelo à participação da comunidade na vida da coletividade, fundada a 1 de julho de 1901, tendo ainda feito notar que vai ser necessário trabalhar no imediato na recuperação do telhado do edifício-sede da SAT.

SÉRGIO1
Sérgio Santos foi presidente da SAT durante os últimos 10 anos. Entregou o cargo a Mário Silva a 14 de fevereiro de 2016

 

Quando chegámos, em 2016, a SAT estava péssima. Dedicámos três mandatos a obras e a trabalhos de requalificação do edifício-sede, ao nível interior e exterior – Sérgio Santos

Presidente da SAT durante os últimos 10 anos, Sérgio Santos conhece como ninguém os cantos à casa. Um problema de saúde esteve na origem da sua não recandidatura mas assegura que vai continuar a acompanhar de perto a Catedral da Cultura e a dedicar-lhe a sua atenção e carinho.

“Fez aqui muita coisa, o trabalho nunca acaba numa casa como esta”, destaca ao mediotejo.net, tendo sublinhado como pontos altos a criação de uma Escola de Música na SAT, que permite dar formação  musical aos jovens e continuar a perseguir o objetivo de reativar uma banda filarmónica no Tramagal.

Dedicatórias, destaques, menções, quer fazer muitas. Nem todas lhe ocorrem, neste momento de transição. Mas destaca a maestrina do Grupo Coral e da Escola de Música, Ana Margarida Togtema, “muito tem dado a esta casa”, o fiel tesoureiro que o acompanhou nestes 5 mandatos, Carlos Filipe, “uma pessoa impecável”, e “o Luís Contente, o Carrapichel, que fez aqui um trabalho muito bom”.

SÉRGIO
“A SAT precisa de pessoas dedicadas e esta direção tem capacidade e competência para dar continuidade ao trabalho desenvolvido” – Sérgio Santos

Sérgio pede aos sócios e não sócios que frequentem a coletividade – “só com gente a vir à SAT é que tudo isto faz sentido” – agradece ao comércio local o apoio constante “apesar das dificuldades” e afirma estar convencido que “esta nova equipa diretiva tem capacidade e competência para dar continuidade ao trabalho que foi sendo desenvolvido”.

“Vou estar sempre pela SAT”, assinala, para quem o quiser encontrar.

Orgãos Sociais Biénio 2016/2018

Assembleia Geral

Manuel Oliveira Grácio

Dionízio Correia

José Brito Neto

 

Conselho Fiscal

João Fernandes Ferreira

João Carlos Moreira

Fernando Vicente Barralé

Ilídio Martins

Bruno Grácio

 

Direção

Mário Dias da Silva

António José Santos

João José Lopes

Miguel Ângelo Ramos

Paulo Lopes Velho

Fernando Salvador Alves

Carlos Azevedo

David Nunes

Luís Grácio

 

 

 

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here