Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Segunda-feira, Outubro 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tramagal | Mariana Marques (SCA) bate recorde distrital do lançamento do peso

Atleta do Sporting Clube de Abrantes (SCA), a tramagalense Mariana Marques, 14 anos, bateu no sábado o recorde regional no lançamento do peso em pista coberta. Mariana Marques arremessou o engenho de 3kg a 12,06 metros em Alpiarça, superando o anterior recorde distrital do escalão de iniciados que estava em 11,56 metros e datava de 1999.

- Publicidade -

O recorde foi alcançado na pista de Alpiarça no sábado, dia 15 de dezembro, durante o torneio de abertura de pista coberta da Associação de Atletismo de Santarém.

Em declarações ao mediotejo.net, a treinadora da Mariana Marques disse estar “claramente satisfeita com este resultado”, tendo referido que, “depois de várias contrariedades e constrangimentos, foi a melhor prenda de Natal que ela poderia dar a si própria”.

- Publicidade -

“Num concurso com apenas 4 lançamentos, a cada arremesso a atleta foi conseguindo corrigir alguns erros técnicos e melhorar os seus níveis de concentração e confiança”, disse Susana Estriga.

Mariana Marques, por sua vez, disse que nos três primeiros lançamentos notou “não estar muito concentrada”, mas que depois a professora Susana Estriga, treinadora da atleta, “puxou-me para cima e consegui concentrar-me verdadeiramente. Esta época é para dar tudo, concentrar-me mais e focar-me mais nos meus objetivos”, afirmou.

“A nível da técnica, ainda tenho muitos erros para corrigir e só com treinos é que isto vai lá. Confio imenso no trabalho da minha treinadora,o trabalho que a professora tem comigo é excelente, e queria muito dedicar este recorde a ela que sempre está lá para tudo o que preciso e para me ajudar”, concluiu a jovem campeã.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome