Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Outubro 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tramagal | Estudantes viajam em pé em autocarro lotado, Câmara diz que vai ajustar transporte

Vários estudantes e cidadãos da freguesia de Tramagal foram confrontados esta semana com a necessidade de irem em pé na viagem matinal de ligação às escolas e à cidade de Abrantes, num percurso que passa por cerca de 50 curvas entre as duas localidades, gerando uma situação desconfortável e que a Câmara diz já ter sinalizado. A vereadora com o pelouro da Educação assegurou hoje que o serviço de transporte vai ser ajustado, com o devido aumento de capacidade.

- Publicidade -

A situação está sinalizada e será a única a necessitar de ajuste nos vários serviços e percursos do transporte escolar no concelho de Abrantes, disse Celeste Simão, tendo feito notar que os dois Agrupamentos Escolares de Abrantes iniciaram o ano letivo com uma semana de diferença, estando apenas esta semana a receber os alunos em simultâneo. Ou seja, na primeira semana, a 13 de setembro, o autocarro foi suficiente para transportar alunos e população de Tramagal para Abrantes, mas desde segunda-feira, dia 20, com o arranque das aulas no Agrupamento nº2, a capacidade do autocarro da Rodoviária do Tejo tem-se revelado insuficiente para as necessidades, com estudantes a viajarem de pé. 

A situação foi sinalizada na quarta-feira de “forma informal” à responsável pelo setor da Educação, que disse ao mediotejo.net ir tomar as medidas necessárias junto da Rodoviária do Tejo para ajustar “o quanto antes” o serviço entre as duas localidades, nomeadamente no serviço que o autocarro presta às 7:30 e onde se tem verificado mais afluência. 

- Publicidade -

ÁUDIO | CELESTE SIMÃO, VEREADORA PELOURO EDUCAÇÃO CM ABRANTES:

 

Celeste Simão, vereadora da Educação e Ação Social na Câmara de Abrantes, disse ainda ao mediotejo.net que esta era a única situação a necessitar de “ajuste”, tendo feito notar que o ano letivo arrancou de forma tranquila em todo o concelho e sem problemas em nenhum setor. 

A responsável destacou ainda como muito positivo o arranque do ano letivo na União de Freguesias de Alvega e Concavada, com os cerca de 50 alunos do pré escolar e 1º ciclo de Alvega a iniciarem as aulas na antiga escola primária de Concavada.

O estabelecimento de ensino foi adaptado e recebeu algumas melhorias de modo a poder acolher os alunos, professores e auxiliares durante alguns meses, devido a obras de requalificação que vão avançar na escola de Alvega que se perspetiva durem alguns meses.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome