Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Sábado, Outubro 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Tramagal | Camiões elétricos da Mitsubishi na limpeza de Lisboa

A Câmara Municipal de Lisboa recebeu esta sexta-feira, 6 de julho, dez camiões elétricos da fábrica da Mitsubishi do Tramagal, no concelho de Abrantes, veículos que serão destinados à higiene urbana no centro histórico da capital.

- Publicidade -

A parceria entre a autarquia e a empresa japonesa Mitsubishi teve um financiamento de 415 mil euros da taxa turística e a diretora do Departamento de Reparação e Manutenção Mecânica da Câmara de Lisboa, Filipa Penedo, explicou que estas são as primeiras viaturas do género em todo o mundo e que, por isso, vão estar numa fase experimental durante dois anos.

“É o período de teste e só após este período é que são postas à venda, [mas para a Câmara de Lisboa] é uma pré-venda”, acrescentou, elencando que a autarquia é “a única entidade pública” que participa neste projeto. “O contrato [efetivo] só pode ser feito daqui a 24 meses”, porque as viaturas ainda “não estão à venda”, afirmou.

- Publicidade -

Este ano foram produzidas 100 unidades na fábrica do Tramagal e, além de Lisboa, o projeto está a ser implementado em Tóquio (Japão), Nova Iorque (Estados Unidos), Berlim (Alemanha), Amesterdão (Holanda) e Londres (Reino Unido). Nestas cidades serão entidades privadas a utilizar os veículos.

Jorge Rosa, CEO da Mitsubishi Fuso Truck Europe, anunciou que poderão ser produzidas unidades adicionais ainda este ano, devido ao interesse manifestado por muitas entidades em participar na fase de testes. A operação de comercialização deverá arrancar no final de 2019, com a empresa a manter a confiança na sua capacidade de liderar o processo de introdução de viaturas totalmente elétricas na área do trabalho.

A fábrica do Tramagal, onde trabalham cerca de 450 pessoas, será a única unidade na Europa a fabricar a Fuso eCanter, abastecendo todo o mercado europeu, Marrocos, Israel e, possivelmente, também os Estados Unidos da América.

A presidente da Câmara de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, acompanhou o CEO da Mitsubishi, Jorge Rosa, na entrega dos camiões à Câmara de Lisboa. Foto: CM Lisboa

Estes veículos elétricos, com baterias que asseguram 100 km de autonomia, são não-poluentes e silenciosos, adequando-se na perfeição para a recolha de resíduos e objetos de grandes volumes nos centros históricos.

Durante a cerimónia, o presidente da Câmara de Lisboa referiu que a utilização destes veículos vai permitir avançar com a “agenda de sustentabilidade” da capital, a par do “aumento da eficácia” dos serviços de higiene urbana. “A batalha pela sustentabilidade vai ser vencida ou perdida nas cidades”, declarou. Com Lusa

Do Tramagal para os EUA

A fábrica da Mitsubishi Fuso Truck Europe, com sede no Tramagal, iniciou este ano a produção do chassis e cabina de um novo modelo de camião, o Eagle, cuja montagem será feita nos Estados Unidos, avança o Jornal de Negócios na sua edição de sexta-feira, 6 de julho. No seguimento da guerra comercial declarada por Donald Trump, poderão ser aplicadas novas tarifas a veículos automóveis importados da Europa mas o facto de se tratarem de peças, e não de veículos finalizados, poderá evitar impactos na produção contratada com a fábrica sedeada no concelho de Abrantes. Segundo o Jornal de Negócios, outra questão que poderia dificultar os negócios com os EUA seria o facto de serem realizadas também exportações da Mitsubishi Fuso Truck Europe para o Irão, mas o CEO da empresa, Jorge Rosa, revelou que “esse projeto cessou ainda antes da imposição de sanções” pela Casa Branca.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome