Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Julho 30, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tramagal: Bernardo Nabais, 30 anos de Vila, 30 Anos de Vida

O sushi-chef do restaurante Este-Oeste, em Lisboa, celebra também este ano 30 anos, à semelhança da vila onde nasceu, o Tramagal.

Completou-os no passado dia 4 de maio e considera que é um marco especial: “Fazes 30 anos e parece que outra consciência entra, é uma marca histórica na vida e que te obriga a assumir outras responsabilidades. Também percebes que o mundo não é exatamente aquilo que pensavas… pensavas que a trabalhar muito, aos 30 já terias algumas regalias e estabilidade, e percebes que, afinal, tens ainda muito que lutar pela frente.”

Olhando para trás, Bernardo valoriza muito o facto de ter crescido no Tramagal, “uma terra especial, por todo o seu passado”, e onde tinha “liberdade para brincar na rua até às duas da manhã”, sempre com o amor atento das avós e bisavós. “Lembro-me muito delas, até porque já não estão entre nós, e tenho muitos flashes de felicidade… coisas simples, como as tendas que me faziam no quintal, com lençóis e molas da roupa. Fui muito feliz no Tramagal e um dia também gostava de poder criar os meus filhos assim.”


 

PUB
PUB


Bernardo Nabais estudou na Escola de Hotelaria do Estoril, especializando-se na arte de bem fazer sushi. Trilhou um percurso de grande sucesso, passando por locais como os restaurantes japoneses do Penha Longa Hotel ou do Ritz-Carlton, em Lisboa, e do Memmo Baleeira, em Sagres. Hoje é responsável pelos restaurantes de sushi do Grupo Este-Oeste, em Lisboa, e lidera a cozinha deste grupo hoteleiro no Centro Cultural de Belém.

Um dia, sonha ter o seu próprio restaurante. Poderá ser nas margens do Tejo, no seu Tramagal, onde mantém família, que virá a ganhar uma estrela Michelin? Ele solta uma gargalhada com a sugestão.

O chef Bernardo Nabais. Foto: mediotejo.net
O chef Bernardo Nabais. Foto: mediotejo.net

“Seria muito bom poder ter um restaurante naquele Vale do Tejo, que é um cenário magnífico e com um grande potencial turístico. Fui recentemente passear nas margens do rio, para dar a conhecer à minha namorada, e fiquei bem impressionado com o investimento que tem sido feito. O Tramagal teve um grande passado e acho que agora, com o apoio das instituições e a iniciativa e o carinho de quem ali nasceu, cresceu e viveu, tem tudo para vir a ter um grande futuro.”

Sou diretora do jornal mediotejo.net e da revista Ponto, e diretora editorial da Médio Tejo Edições / Origami Livros. Sou jornalista profissional desde 1995 e tenho a felicidade de ter corrido mundo a fazer o que mais gosto, testemunhando momentos cruciais da história mundial. Fui grande-repórter da revista Visão e algumas da reportagens que escrevi foram premiadas a nível nacional e internacional. Mas a maior recompensa desta profissão será sempre a promessa contida em cada texto: a possibilidade de questionar, inquietar, surpreender, emocionar e, quem sabe, fazer a diferença. Cresci no Tramagal, terra onde aprendi as primeiras letras e os valores da fraternidade e da liberdade. Mantenho-me apaixonada pelo processo de descoberta, investigação e escrita de uma boa história. Gosto de plantar árvores e flores, sou mãe a dobrar e escrevi quatro livros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome

- Publicidade -