Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Julho 24, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Tramagal | Associação de Melhoramentos promove ‘Take Away Jovens’ este sábado

A ‘Take Away Jovens’ tem lugar este sábado, dia 24 de julho, no Largo dos Combatentes, em Tramagal, numa organização da Associação de Melhoramentos da Freguesia, e com serviço de coscorões, sopa da pedra, migas e frango assado, entre outros.

- Publicidade -

As encomendas devem ser efetuadas para o telefone 962 265 191, ou demais contactos divulgados no cartaz (ver em baixo) e o serviço de entrega, que será efetuado no Largo dos Combatentes, principia às 8.30 de sábado com o take away de doçaria e café. A partir das 12.00 começa o ‘Take Away Jovens’ das refeições, sendo que a organização também aceita encomendas para jantares.

“Faça a sua encomenda da maravilhosa sopa da pedra, do belo do frango assado, das maravilhosas migas, e claro dos deliciosos coscorões da D. Esmeralda até quinta-feira dia 22 de julho através dos contactos que estão no cartaz”, apela a Associação de Melhoramentos da Freguesia de Tramagal (AMFT).

- Publicidade -

A AMFT não se compromete com a entrega das refeições que sejam encomendadas depois desta quinta-feira, dia 22 de julho.

A organização deste evento surge no seguimento da habitual dinamização da Festa Jovem, em julho, evento pautado por concertos e atividades direcionadas principalmente ao público jovem.

A Associação não quis deixar cair a tradição da realização deste evento, alterando assim o seu conceito. As normas da Direção Geral de Saúde irão ser estritamente cumpridas e haverão circuitos de passagem.

A presidente da direção da Associação, Isabel Peixoto, mostrou confiança nesta atividade e apelou à participação da população, tendo realçado a importância que estas festas têm na comunidade tramagalense, além de reconhecer que a pandemia tem sido “um entrave” para o dinamismo do associativismo e que “os encargos continuam a ser os mesmos”.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here