Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Agosto 3, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Torres Novas/Vila de Rei: Galardão “Município Amigo do Desporto” custou 1000 euros às autarquias

Os municípios de Torres Novas e Vila de Rei, no Médio Tejo, integraram os 26 contemplados do galardão “Município Amigo do Desporto”, entregues dia 17 de novembro pela Associação Portuguesa de Gestão de Desporto (APOGESD). Para o receberem as autarquias tiveram que realizar uma candidatura que custou 985 euros mais IVA.

O facto foi tornado público pela vereadora Helena Pinto (BE), aquando a aprovação do pagamento da verba de cerca de mil euros na reunião camarária de Torres Novas de 22 de novembro, terça-feira. A autarca criticou a falta de transparência de todo o processo que envolveu a entrega desta galardão e a instituição que o atribui, constatando que o concelho de Torres Novas concorreu fora de prazo e foi considerado vencedor poucos dias depois, recebendo de imediato o prémio.

A explicação de todo o processo competiu à vereadora Elvira Sequeira (PS), admitindo que o município concorreu depois do final das candidaturas, mas que a 11 de novembro foi informado que estava elegível para o galardão. Manifestou assim a ambição de um dia concorrer com Torres Novas a Cidade Europeia do Desporto.

O tema gerou discussão, com o vereador Henrique Reis (PSD) a relevar a questão, mas Ana Filipa Rodrigues (CDU) a afirmar que votaria contra, dadas as dúvidas sobre a credibilidade da APOGESD. O pagamento seria assim votado favoravelmente por maioria, com voto contra do BE e da CDU.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome