Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Agosto 5, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Torres Novas/Alcanena | Inaugurada Rede Local de Intervenção Social

O projeto Rede local de Intervenção Social (RLIS), que vai abranger os concelhos de Torres Novas e Alcanena, foi inaugurado a 3 de novembro, quinta-feira, na cidade torrejana. Esta é uma instituição promovida pela Santa Casa da Misericórdia de Torres Novas com o apoio de ambos os municípios.

- Publicidade -

Segundo nota informativa da Câmara de Alcanena, “a RLIS é um modelo de organização assente numa intervenção articulada e integrada de entidades públicas e privadas com responsabilidade no desenvolvimento da ação social e na promoção de uma cultura de Inovação Social, colocada ao serviço das necessidades dos cidadãos”. A instituição vai assim encarregar-se do atendimento e acompanhamento social de pessoas e famílias em situação de vulnerabilidade e exclusão social, bem como de emergência social, nos concelhos de Torres Novas e Alcanena.

Este serviço recebe várias problemáticas, nomeadamente: alcoolismo, deficiência, doenças do foro mental/demências, habitação social, idosos, imigração e minorias étnicas, insucesso e abandono escolar, negligência parental, sem abrigo, toxicodependência, entre outras. “O objetivo é dar informação e aconselhamento aos utentes e encaminhá-los no sentido de encontrarem respostas adequadas a cada situação”, refere a Câmara Municipal.

- Publicidade -

A equipa é composta por uma coordenadora, dois assistentes sociais e uma Educadora Social. Os atendimentos são feitos em duas sedes: em Torres Novas, no edifício da Câmara Municipal, e em Alcanena, no edifício da Divisão de Desenvolvimento Humano e Social do Município, na Rua da Cova, nº 6. Existirão também atendimentos nas respetivas Juntas de Freguesias de ambos os concelho e uma unidade móvel a circular.

 

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome