- Publicidade -

Torres Novas | Vedação do acesso à ribeira da Beselga abre processo de fiscalização

A vedação por particulares da ribeira da Beselga, em Beselga de Cima, freguesia de Assentis, fez abrir um processo de fiscalização pela Câmara de Torres Novas. Há pelo menos uma estrada de acesso que é pública, garante o vice-presidente Luís Silva (PS), sendo que dos restantes caminhos desconhece-se a propriedade. O caso vai à apreciação da REN e à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) Ambiente.

- Publicidade -

O tema foi abordado na reunião camarária de terça-feira, 9 de março. As chuvas das últimas semanas de fevereiro fizeram sobressair a beleza natural da ribeira da Beselga e suas cascatas, o que conduziu à sua visita por populares. Foi assim que algumas pessoas encontraram o espaço vedado, tendo feito denúncia do caso nas redes sociais.

Segundo Luís Silva, a situação fez acionar a fiscalização municipal, que foi fazer um levantamento fotográfico, estando o material a ser analisado pelos serviços, nomeadamente o setor de vias e os serviços jurídicos. A estrada local, conhecida por estrada da Beselga ou estrada da Azulada (ligação Beselga-Fungalvaz), é pública e de bastante utilização, frisou, mas desconhece-se a propriedade dos caminhos circundantes.

- Publicidade -

Espaço foi todo vedado, embora ainda seja possível ir à ribeira Foto: João Filipe

A informação vai também ser transmitida à REN, que superintende os recursos de água, e à CCDR Ambiente.

“Vamos continuar a analisar este processo com algum cuidado”, frisou o veredor, afirmando ter conhecimento que foi inclusive colocado um portão no local, embora não tenha cadeado (o que permite aceder à ribeira). A Comissão de Toponímia vai entretanto assumir o topónimo da rua em próxima reunião.

Ribeira é um dos pitoresco espaços naturais de Torres Novas Foto: João Filipe

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -