Torres Novas | UDRZA inaugura sede e polidesportivo

A União Desportiva e Recreativa da Zona Alta (UDRZA), Torres Novas, inaugurou no sábado, 24 de fevereiro, as obras de requalificação da sede e novo polidesportivo. O momento contou com a presença de Vítor Pataco, vice-presidente do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) e em representação do secretário de Estado da Juventude e do Desporto.

Fundada em 1979, a UDRZA agrega atualmente 468 pessoas nas modalidades de atletismo, basquetebol, ginástica, tiro com arco, karaté, yoga e air-soft. As obras de requalificação e ampliação eram aguardadas há vários anos, tendo resultado num investimento total de cerca de 140 mil euros, com financiamento do IPDJ (no polidesportivo), do município de Torres Novas e cerca de mil entidades.

João António, presidente da associação, agradeceu a todos os que se envolveram no projeto. A instituição, adiantou, teve que fazer alguns empréstimos, mas as contas estão em dia, assegurou.

PUB

polidesportivo foi financiado pelo IPDJ Foto: mediotejo.net

“A UDRZA representa o que é mais importante nos clubes: a relação forte com a comunidade”, referiu Vítor Pataco. “Este equipamento vai reforçar essa relação”, defendeu, referindo-se ao polidesportivo que o IPDJ financiou.

Já o presidente da Câmara de Torres Novas, Pedro Ferreira, lembrou que a requalificação da sede era um “anseio muito grande” da associação, que finalmente viu concluída a obra. Lembrou assim que foi “por unanimidade” que o executivo municipal aprovou os apoios à UDRZA, que se traduziram num total de 28 mil euros.

Depois destas obras, explicou João António ao mediotejo.net, falta a sala de multiatividades, que será destinada a eventos desportivos e culturais, e a reabilitação de um edifício existente para balneários. Tendo sido um dos clubes mais distinguidos na Gala do Desporto de Torres Novas, João António referiu que os prémios significam que a UDRZA “está bem consolidada”. “É uma alegria imensa”, concluiu.

PUB
Cláudia Gameiro
Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).