- Publicidade -

Torres Novas | Trabalho sobre figo torrejano dá um 2º lugar à EB de Santa Maria

A Escola Básica (EB) de Santa Maria, em Torres Novas, ficou em segundo lugar no primeiro desafio deste ano do Programa Escola Missão Continente, com um trabalho em torno do figo de Torres Novas. A escola ganhou um prémio de mil euros que pode converter em material lúdico-pedagógico e/ou desportivo.

- Publicidade -

Segundo nota de imprensa, o desafio lançado pelo programa da Missão Continente foi o de selecionar e pesquisar um alimento ou prato regional para contar a sua história. Entre as várias turmas, os alunos da EB de Santa Maria elegeram o figo como representação típica da região de Torres Novas e realizaram várias pesquisas para descobrirem a importância deste alimento para a cidade.

Realizaram ainda várias atividades como a confeção de receitas à base de figos, entrevista a um familiar sobre o fruto, canções e exposição aberta à comunidade escolar. 

- Publicidade -

Todos os trabalhos foram sujeitos a uma avaliação por parte do júri – um representante da Escola Missão Continente, da consultora Sair da Casca e da Direção Geral da Educação -, em função da pesquisa sobre a gastronomia regional e sazonal; a capacidade de contar a história, estabelecendo uma ligação entre o alimento/prato escolhido e a alimentação saudável; a passagem de conhecimento aos encarregados de educação, privilegiando o forte envolvimento dos alunos no desenvolvimento dos trabalhos e procurando um formato original e criativo, continua a mesma informação.

Nesta 5.ª edição da Escola Missão Continente estão inscritas 437 escolas de todo o país e mais de 40.000 alunos estão a participar em todas as atividades do programa, que foi adaptado ao contexto de pandemia em que vivemos.

O Programa Escola Missão Continente visa apoiar as escolas na sensibilização para uma alimentação saudável e um consumo consciente, abordando temas como dietas saudáveis, desperdício alimentar ou o uso excessivo do plástico.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -