Torres Novas | Rotura grave em conduta de água que serve a Meia Via

A Águas do Ribatejo informa que os constrangimentos de abastecimento de água verificados na freguesia de Meia Via se devem à reparação de uma rotura grave, ocorrida na madrugada desta quarta-feira, 14 de março, na linha 1 do adutor de Castelo de Bode da EPAL que abastece o reservatório da Meia Via, concelho de Torres Novas. O objetivo da instituição é repor a normalidade do funcionamento até às 22h00.

PUB

Os constrangimentos no abastecimento de água verificam-se em Meia Via, Botequim, Charneca da Meia Via e ainda no Casal Sentista (já na antiga freguesia de Santiago). A Águas do Ribatejo informa que apesar de dispor de reservas “para alternativa que permitiriam assegurar o abastecimento sem falhas todo o dia, prevemos que com o aumento do consumo se verifiquem constrangimentos e falta de água”. “A EPAL, entidade fornecedora da água que abastece a zona afetada, tem várias equipas no local e está empenhada em repor o abastecimento o mais rapidamente possível”, refere.

A Águas do Ribatejo alerta que  “não é aconselhável o consumo humano e a utilização da água em banhos imediatamente após a reposição do abastecimento”.

PUB

 

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here