Torres Novas | Riachos leva a sua Bênção do Gado à final das 7 Maravilhas (c/vídeo)

A Festa da Bênção do Gado de Riachos (Torres Novas) foi apurada no domingo em ambiente de grande festa para a final das 7 Maravilhas da Cultura Popular num programa transmitido em direto pela RTP1 a partir da cidade torrejana. Nesta segunda meia final, a região do Médio Tejo esteve ainda representada pelo barco picareto e as tradições ribeirinhas de Ortiga (Mação). A final realiza-se dia 5 de setembro em Bragança.

PUB

Foi em ambiente familiar num espaço de Riachos que a Bênção do Gado Associação Cultural aguardou os resultados da segunda semi-final do programa 7 Maravilhas da Cultura Popular no domingo, 30 de agosto. A coletividade foi a promotora da candidatura da Festa da Bênção do Gado, que conseguiu ser “repescada” para esta etapa depois de ter ficado de fora na final distrital. O programa foi gravado no Jardim das Rosas, em Torres Novas, mas a festa foi em Riachos.

Benção do Gado realiza-se de quatro em quatro anos em Riachos, Torres Novas. Foto: DR

Ao longo do dia, não obstante as mudanças na tabela, a Festa da Bênção do Gado foi-se mantendo estacionada na sétima posição, garantindo assim um provável lugar na final das 7 Maravilhas da Cultura Popular. A organização do programa optou nesta semi-final por não entregar prémios no local das gravações e evitar assim as concentrações de pessoas, o que conduziu a que as representações das candidaturas saíssem logo imediatamente à sua apresentação.

PUB

O núcleo duro da candidatura, cerca de uma dezena de pessoas, reuniu-se assim em Riachos e aguardou a saída dos resultados com grande ansiedade. Na distrital ficaram em segundo lugar, sendo assim eliminados, e não se queria ver repetir a mesma sorte.

A passagem à final da festa da Benção do Gado foi vivida com euforia em Riachos. Foto: mediotejo.net

“Estamos em sétimo, isto são as 7 Maravilhas, o 7 é o número do Ronaldo. Temos que conseguir passar”, refletia-se, com o nervoso miudinho a agitar os nervos à medida que se aproximavam as 20h00 e o encerramento das votações.

PUB
Trator agrícola levou a celebração pela vila de Riachos Foto: mediotejo.net

Quando José Carlos Malato anunciou a Bênção do Gado como um dos finalistas a euforia invadiu a sala. Depois dos abraços e dos gritos de alegria, o grupo subiu a um trator e foi festejar pela vila de Riachos, seguindo também para a cidade de Torres Novas, acompanhado pelo buzinão dos carros que com eles se cruzavam.

No próximo sábado, 5 de setembro, o grupo tem assim lugar marcado em Bragança, na derradeira luta por receber o prémio como uma das 7 Maravilhas da Cultura Popular.

Durante a tarde, o presidente da Câmara de Torres Novas, Pedro Ferreira, já evidenciara o facto da Festa da Bênção do Gado, um desfile tradicional de Riachos que mistura a componente cívica e religiosa num verdadeiro hino à agricultura, representar de forma carismática a essência da tradição ribatejana. O evento ocorre a cada quatro anos e estava agendado para este verão, tendo sido adiada para 2021 devido à pandemia de Covid-19.

o presidente da Câmara de Torres Novas, Pedro Ferreira, num dos diretos do programa. Foto: CMTN

Entre a alegria e os agradecimentos a todos os que votaram na Festa, o presidente da Bênção do Gado Associação Cultural, Carlos Graça optou por não antecipar que surpresas o público pode esperar no próximo ano. “Os moldes para 2021 vão ser iguais ou superiores ao que estava previsto este ano”, referiu. Para já “vamos a Bragança pelo nosso distrito de Santarém”, frisou o responsável, salientando o envolvimento do município na candidatura.

Riachos | Festa da Bênção do Gado apurada para a final das 7 Maravilhas da Cultura Popular.

Publicado por mediotejo.net em Domingo, 30 de agosto de 2020

“Queríamos muito ir a Bragança”, admitiu a madrinha da candidatura, Teresa Tapadas, sem conseguir esconder a euforia. “A Festa da Bênção do Gado é a nossa festa, é a Festa da nossa gente”, constatou.

PUB

De fora dos finalistas ficou o Picareto de Ortiga, concelho de Mação, que tinha vencido a final distrital de Santarém. Na sua página de facebook o município de Mação agradeceu o apoio dos que lutaram pela candidatura.

O barco picareto de Ortiga e as tradições de Mação estiveram em alta nesta edição das 7 Maravilhas da Cultura Popular. Foto: DR

“O Picareto continuará “vivo”, a aguardar a sua visita, no Núcleo Museológico de Ortiga onde é peça central e que abriremos em breve!”, refere. Em Torres Novas compareceram o presidente da Câmara, Vasco Estrela, e o padrinho, Arlindo Consolado Marques, que salientaram a importância desta embarcação, uma arte dos mestres calafates de Ortiga, utilizada para pesca e transporte no rio, e que vai ser brevemente preservada num Museu.

Presidente de Mação e Arlindo Marques em representação do picareto

Publicado por mediotejo.net em Domingo, 30 de agosto de 2020

A cultura dos lavradores de Riachos quer ser elevada a “maravilha” nacional

A Bênção do Gado é uma festa que se perde no tempo. Sabe-se que no início do século XX se realizaria quase todos os anos, tendo havido um grande evento em 1937 para comemorar a luz elétrica e a fundação da Casa do Povo. A partir dessa data os registos tornam-se mais raros, passando-se quase 10 ou 20 anos sem que haja uma Bênção.

A própria origem dos festejos é em si desconhecida. A teoria mais credível está ligada ao descobrimento de um grande crucifixo com a imagem de Cristo, algures nos séculos XII ou XIII, enquanto homens da região lavravam os campos. Estavam nos campos do Espargal, perto de Casais de Riachos (zona que hoje é Riachos e os terrenos do concelho da Golegã) quando os bois pararam os trabalhos e se ajoelharam. Algo impedia que eles seguissem com o lavoura. Verificando que a relha do arado estava a ser obstruída por algo, os lavradores cavaram a zona e descobriram uma grande cruz com uma imagem de Cristo, ainda hoje exposta na Igreja de Santiago, em Torres Novas: o Senhor Jesus dos Lavradores.

Bênção do Gado na corrida às 7 Maravilhas da Cultura Portuguesa. Representantes da Associação da Bênção do Gado, presidente da Câmara de Torres Novas e Teresa Tapadas, madrinha da candidatura

Publicado por mediotejo.net em Domingo, 30 de agosto de 2020

A imagem só se estabeleceria em Riachos na Bênção do Gado de 1966, sendo hoje parte integrante da festividade uma procissão de Torres Novas à vila, passando esta para um carro de bois quando chega à rotunda dos Bois (assim conhecida, mas cujo nome verdadeiro é rotunda do Senhor Jesus dos Lavradores).

PUB

Nessa época, as Bênçãos eram organizadas pelos Cingeleiros, uma associação de criadores de gado que se ocupou do certame nas edições seguintes de 1973, 1985 e 1993.

No final do século XX, com o desaparecimento dos bois em prol dos tratores e máquinas agrícolas, a associação dos cingeleiros deixou de fazer sentido. No ano de 2000 foi fundada a Bênção do Gado Associação Cultural que organizou o certame e definiu-lhe por fim a periodicidade de quatro em quatro anos.

Procissão em Honra do Senhor Jesus dos Lavradores e Festa da Benção do Gado, em Riachos. Créditos: Facebook Bênção do Gado

Atualmente a Bênção do Gado obedece a dois momentos altos: a Festa religiosa, com a grande procissão do Senhor Jesus dos Lavradores, e a Festa profana, com música noturna, espetáculos variados e o desfile da Bênção do Gado, atualmente um cortejo de tratores e carros a representar as atividades económicas da vila.

Os 14 finalistas das 7 Maravilhas da Cultura Popular

Os 7 finalistas apurados na meia final de Torres Novas foram a Festa da Bênção do Gado, em Riachos (Santarém), a romaria de S. Bartolomeu, de Ponte da Barca (Viana do Castelo) e as festas em honra da Nossa Senhora dos Remédios, de Lamego (Viseu), a arte da seda de Freixo de Espada à Cinta (distrito de Bragança), a feira de S. Tiago, na Covilhã (Castelo Branco), os muros de Pedra Seca, de Porto de Mós (Leiria), e os santeiros de São Mamede do Coronado, da Trofa (Porto).

PUB

Os outros 7 finalistas qualificados para a final de 05 de setembro, a realizar em Bragança, foram o Bailinho da Madeira, a festa do colete encarnado, o criptojudaísmo de Belmonte, a festa da Espiga, a festa de São João de Braga, a romaria de São João d’Arga e as festas de Santo António, de Lisboa.

As votações para os 14 finalistas das 7 Maravilhas da Cultura Popular têm início a 1 de setembro, após divulgação da RTP e redes sociais das 7 Maravilhas, e irão terminar no dia 5 de setembro.

Para votar na Festa da Bênção do Gado o número é 760 207 752 (chamada de valor acrescentado).

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here