Torres Novas | Renova reforçou medidas de segurança após descarga de fevereiro

Os deputados do Bloco de Esquerda (BE), Carlos Matias, de Santarém, e Jorge Costa, questionarem o Governo quanto à descarga da Renova de 17 de fevereiro. Em resposta, o Ministério do Ambiente confirma a avaria no processo de produção e a descarga de pasta de papel pela empresa e informa que, após o sucedido, a Renova reforçou as medidas preventivas, de forma a evitar novo incidente.

PUB

“Confirma-se ter sido uma falha de controlo no processo de produção que provocou a descarga ocorrida, no rio Almonda, no dia 17 de fevereiro de 2017, proveniente de uma Fábrica da Renova”, refere o texto, assinado pela Chefe de Gabinete, Ana Cisa, do Ministro do Ambiente. “Durante a manhã, ocorreu uma falha na lógica do sistema de controlo automático do nível do tanque de pasta das máquinas de papel. Esta falha fez com que a bomba de alimentação não parasse e que a válvula não fechasse, causando a saída de pasta e espuma em excesso para o tratamento de efluentes”, explica.

A Renova procedeu à limpeza da espuma nos dias que se seguiram. “As medidas preventivas para acidentes deste género não estavam corretamente implementadas”, adianta o mesmo texto, pelo que a Renova reforçou depois as suas medidas de segurança, nomeadamente: “verificação e correção da lógica de controle dos tanques de pasta das máquinas de papel, com alteração dos níveis de alarme para valores mais baixos dos que estavam estabelecidos (níveis de segurança de 60%)”; “instalação de sistemas de vigilância na descarga do efluente no rio, que não é facilmente visível, que permitam uma visualização contínua do efluente descarregado com deteção imediata de situações anómalas, como por exemplo geração e acumulação de espuma”.

PUB

Do sucedido a 17 de fevereiro, os serviços ambientais da GNR elaboraram um auto-notícia.

PUB
Cláudia Gameiro
Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).