Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Outubro 20, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Torres Novas | Quartel dos Bombeiros ampliado com alertas para outras necessidades do setor (C/VIDEO)

A ampliação do quartel dos Bombeiros Voluntários Torrejanos teve lugar na sexta-feira, 5 de outubro, marcando os 87 anos da corporação, mas as obras continuam a decorrer, pelo menos até final do ano, adiantou Arnaldo Santos, presidente da Associação Humanitária. A obra teve um custo de cerca de 1,5 milhão de euros, sendo a maior fatia do município e a restante de fundos europeus.

- Publicidade -

Na sessão solene apelaram-se a mais apoios para fazer face à nova realidade da prestação de socorro, com o presidente da Câmara, Pedro Ferreira (PS), a anunciar a conclusão do regulamento que vai dar vários benefícios sociais aos bombeiros torrejanos.

Na sua intervenção, Arnaldo Santos começou por frisar o papel solidário e humanista dos bombeiros. Agradeceria assim à Liga dos Bombeiros Portugueses o seu papel no apelo ao reforço dos fundos do POSEUR, que permitiram o financiamento das obras de ampliação do quartel em Torres Novas.

- Publicidade -

As obras de ampliação sofreram algum atraso, adiantou Arnaldo Santos, mas devem estar concluídas até final do ano Foto: mediotejo.net

O responsável defenderia a concretização de medidas de apoio aos bombeiros, como de um estatuto social, e condições adequadas ao exercício da atividade. “As promessas devem ser cumpridas imediatamente e não num futuro incerto”, comentaria. “Deve haver prioridades”, nomeadamente a prioridade à segurança, socorro e saúde da população.

Arnaldo Santos agradeceu de seguida o financiamento do município na realização das obras do quartel (perto de 1 milhão de euros), mas frisou ser “indispensável” mais apoio, nomeadamente na aquisição de equipamentos de proteção individual e de viaturas ajustadas às diferentes ocorrências. “A resposta pronta” tem um custo, que “tem que ser assumido pela comunidade” e hoje em dia, constatou, as exigências são outras.

Alguns destes apoios requeridos foram reconhecidos por Pedro Ferreira, que anunciou que o setor de proteção civil do município vai ser reforçado com mais técnicos e que as duas ambulâncias adquiridas pelos Bombeiros vão receber um subsídio para ajudar no seu pagamento. Estes montantes vão ser incluídos nos orçamentos municipais de 2019 e 2020, referiu.

Os Bombeiros apresentaram ainda as duas novas ambulâncias Foto: mediotejo.net

“Sabemos que sentem outras necessidades como um veículo escada e uma viatura urbana de combate a incêndios”, admitiu, “também sabemos que, merecidamente, deveriam ser atualizados os vencimentos dos bombeiros efetivos”, mas “também se reconhecerá que o esforço orçamental municipal não é inesgotável”. Pedro Ferreira prometeria porém tentar responder às solicitações.

A terminar o autarca adiantou que está em fase final de apreciação técnica e jurídica um regulamento de atribuição de benefícios sociais à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Torrejanos, que será submetida à apreciação da direção antes de ser votado em Câmara.

“Neste regulamento pretende-se englobar benefícios como seguro de acidentes pessoais, redução de taxas pela concessão de licenças de construção, apoio jurídico e psicológico, facilidades de acesso aos equipamentos municipais, distinções honoríficas”, etc.

Presidente dos Bombeiros Torrejano, Arnaldo Santos, faz a sua intervenção sobre aniversário e alargamento de quartel

Publicado por mediotejo.net em Sexta-feira, 5 de Outubro de 2018

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome