- Publicidade -

Torres Novas | Proteção Civil e escuteiros colocam armadilhas para vespa asiática

O Serviço Municipal de Proteção Civil de Torres Novas está a desenvolver um projeto com os cinco agrupamentos de escuteiros do concelho – Torres Novas, Riachos, Pedrógão, Chancelaria e Lapas – com vista à colocação de mais de 100 armadilhas para vespa asiática. Uma das primeiras foi na quarta-feira, 17 de março, simbolicamente colocada pelo presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, Pedro Ferreira, no Jardim das Rosas, na companhia de representantes dos agrupamentos escutas e da Proteção Civil.

- Publicidade -

Sob o lema “Prevenir para os riscos reduzir”, o projeto visa a construção pelos escuteiros de armadilhas para a fundadora de asiática, estando a Proteção Civil responsável pela sua colocação em árvores no domínio público, refere nota de imprensa. Cabe depois aos escuteiros a sua monitorização através da colocação periódica do atrativo para captura.

De acordo com a Direção Geral de Saúde, a vespa velutina (ou asiática) “instala-se sobretudo em áreas urbanas e periurbanas. Por tratar-se de uma espécie carnívora e predadora de abelhas, configura uma ameaça à sustentabilidade da apicultura em território nacional, com eventuais consequências diretas na produção de mel e produtos relacionados, assim como na produção agrícola, por via da diminuição da polinização vegetal, ponderada a importância das abelhas melíferas nesta relevante função biológica”.

- Publicidade -

Constitui também um risco para as populações. “No caso de sentirem os ninhos ameaçados, reagem de modo bastante agressivo, incluindo perseguições até algumas centenas de metros. O tratamento da picada requer os cuidados habituais para picada deste tipo de insetos”.

Solicita-se a colaboração de todos os munícipes para que não mexam nas armadilhas e, em caso de avistamento de algum ninho de vespa asiática, contactem de imediato o Serviço Municipal de Proteção Civil.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -