Torres Novas | Projeto “saber andar (melhor) de bicicleta” vai pôr alunos a pedalar

Um protocolo assinado entre o município de Torres Novas e o Agrupamento de Escolas Gil Paes vai proporcionar aos alunos dos ensinos básicos e secundário a prática do BTT e de forma mais geral o saber andar de bicicleta.

O projeto chama-se “saber andar (melhor) de bicicleta”e já foi aprovado pela Câmara estendo associado ao projeto “DE sobre Rodas”, este último desenvolvido pela Direção Geral de Educação no âmbito do Projeto do Desporto Escolar.

Explica a autarquia que a cooperação com o Agrupamento “visa contribuir para o desenvolvimento harmonioso e ambientalmente sustentável das localidades, promovendo a prática do ciclismo de forma abrangente, de forma a potenciar o uso da bicicleta em contexto escolar e, consequentemente, padrões de mobilidade mais seguros e saudáveis junto das comunidades escolares e, em particular, dos alunos”.

PUB

De acordo com o protocolo, ao município compete assegurar os recursos materiais necessários e adequados para a implementação do projeto (bicicletas, capacetes, consumíveis, ferramentas), atribuindo para isso uma verba de 3 mil euros.

É também da sua responsabilidade assegurar o apoio material (madeira) para execução de pequenas estruturas de segurança, assegurar o transporte das bicicletas entre os Centros Escolares do Agrupamento e colaborar no aumento dos lugares de estacionamentos para bicicleta no interior dos recintos escolares do concelho.

PUB
José Gaio
Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).