- Publicidade -

Torres Novas | Projeto NAPA instala ninhos artificiais pela cidade torrejana

O município de Torres Novas tem em execução o projeto NAPA – Ninhos Artificiais para Aves -, que consiste na instalação de ninhos artificiais para aves nos jardins urbanos da cidade. O objetivo desta iniciativa é descobrir as diferentes espécies existentes e ajudá-las a completar o seu ciclo de vida.

- Publicidade -

Foram adquiridos à Associação 30POR1LINHA, responsável também por esta colocação, monitorização e limpeza dos mesmos, dez ninhos artificiais que foram produzidos usando materiais ecológicos que permitam a nidificação de aves e simultaneamente a monitorização de espécies, de modo a contribuir para a biodiversidade em meio urbano.

Os locais escolhidos para a instalação dos ninhos foram o Jardim das Rosas, o Castelo e sua envolvente, o Jardim Municipal da Silvã, a Escola Básica Visconde S. Gião, a Escola Secundária Maria Lamas, a Escola Básica 2/3 Manuel Figueiredo e a Escola Secundária Artur Gonçalves.

- Publicidade -

Segundo informação municipal, um ninho artificial para aves é uma caixa feita de madeira que se assemelha a uma cavidade natural, podendo colocar-se em árvores, postes ou edifícios e que vai proporcionar uma zona de nidificação às aves que utilizem a zona para se alimentar. A sua instalação pode contribuir para conservar a biodiversidade local e manter o equilíbrio natural de insetos em zonas urbanas.

Os ninhos artificiais são colocados nos meses de inverno (dezembro e janeiro), sendo depois possível, durante a época de reprodução, geralmente entre finais de fevereiro até fim de junho ou julho, observar a entrada dos ninhos para saber se foram ocupados e quais as espécies de aves que os estão a ocupar, refere.

Esta monitorização pode fornecer um indicador do estado da população destas espécies de aves e do ecossistema se for feita ao longo dos anos. A iniciativa permite apelar à sensibilização ambiental, envolvendo escolas e até como vertente turística.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).