Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quarta-feira, Setembro 22, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Torres Novas | Projeto EVA com equipa médica ao domicílio vai começar a circular pelo concelho

Já está tudo pronto, garante o presidente da Câmara de Torres Novas, Pedro Ferreira, mas falta a articulação final entre as entidades. O Projeto EVA – Equipa Vida Ativa, uma equipa de médicos e enfermeiros financiada pelo município que vai circular pelas freguesias avaliando ao domicílio, sobretudo, a população com problemas cardiovasculares, deve iniciar funções nos próximos dias. 

- Publicidade -

- Publicidade -

“A equipa está formada, preparadíssima para atuar”, garantiu o presidente, restando agora a concertação da atividade. Para quarta-feira, 1 de setembro, estava agendada uma reunião no Agrupamento de Centros de Saúde do Médio Tejo para discutir o tema, estando previsto o arranque do trabalho nos próximos dias ou eventualmente na próxima semana.

ÁUDIO | PEDRO FERREIRA, PRESIDENTE CM TORRES NOVAS:

- Publicidade -

O projeto-piloto e respetivo acordo de parceria entre o município torrejano e a  Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARS LVT) foram apresentados a 31 de maio, mas a equipa no terreno ainda não avançou.

Segundo Pedro Ferreira, no decorrer do verão foi lançado o concurso para escolher a empresa que iria prestar este serviço, tendo entretanto entrado o período de férias do diretor clínico e das coordenadoras das unidades de saúde familiar (USF) do concelho, o que atrasou o avançar do projeto.

O Projeto EVA é uma iniciativa piloto que, até ao final do ano, vai levar um médico, um enfermeiro e um farmacêutico a todo o concelho, acompanhando sobretudo a população idosa com problemas cardiovasculares. A iniciativa deve-se ao facto do município ter ficado subitamente sem vários médicos de família e necessitar de respostas imediatas às dificuldades das populações que já foram bastante afetadas pelo período pandémico.

Equipa de saúde municipal quer intervir sobretudo junto da população mais carecida de recursos médicos Foto: mediotejo.net

Este é um investimento de 80 mil euros do município, que inicialmente foi anunciado que avançaria a 1 de julho. A Câmara Municipal espera que o projeto possa começar rapidamente e ser renovado em 2022.

Notícia relacionada:

Torres Novas lança projeto-piloto ‘EVA’ com equipa médica de serviço domiciliário (c/áudios)

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome