Torres Novas | Primeiro ninho de vespa asiática identificado em Bom Amor

O município de Torres Novas informou ter identificado e exterminado o primeiro ninho de vespa asiática (velutina) no concelho, na zona da variante do Bom Amor. A espécie invasora que provoca uma elevada mortandade de abelhas e respetivos prejuízos agrícolas já foi identificada em todo o norte do distrito de Santarém.

PUB

Até há poucas semanas o concelho de Torres Novas parecia estar a passar incólume à praga, tendo o vereador Carlos Ramos (PS) feito um ponto de situação na reunião de 13 de novembro, informando que, até àquela data, não havia registos de ninhos de vespa velutina. A 23 de novembro, sexta-feira, o município deixou na sua página de facebook informações sobre medidas e cuidados a ter pela população em caso de identificação de um ninho, dando conta que já há, pelo menos, um registo.

A vespa velutina é uma espécie invasora proveniente da Ásia e que há vários anos se encontra a espalhar-se pela Europa, a partir de França, sendo extremamente agressiva com as abelhas europeias, a base da sua dieta, que não têm mecanismos de autodefesa. O extermínio dos ninhos obedece a um processo próprio e especializado, mediante contacto com a linha do SOSVespa.

PUB

Quando em risco de sobrevivência, estas vespas atacam de forma agressiva e ao longo de vários metros.

 

PUB
Cláudia Gameiro
Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).