Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Trincanela

Domingo, Julho 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Trincanela

Torres Novas | Poluição torna a afetar a ribeira da Boa Água

imagens de video de “Almonda Vivo”

- Publicidade -

A Fabrióleo emitiu um comunicado de imprensa no sábado, 6 de maio, em que dá conta de ter denunciado uma descarga poluente em Lamarosa, a seis quilómetros da fábrica. Segundo informa, aparentava ser tinta. Também a página ambiental “Almonda Vivo” dá conta este domingo, 7 de maio, de poluição na ribeira da Boa Água. O mediotejo.net procurou obter uma confirmação destas ocorrências junto da GNR de Torres Novas, que informou não ter recebido nenhuma denúncia até ao momento.

“A Fabrióleo detetou, esta tarde, uma descarga ilegal de um produto branco com um forte odor, que aparentava ser tinta. Quando foi detetado, o produto ainda se encontrava líquido e os rastos estavam frescos. A descarga aconteceu na localidade de Lamarosa – Valtibão, concelho de Torres Novas (39 32′ 2″ N/8 28′ 50″ O), a cerca de 6km da fábrica da Fabrióleo”, refere o texto da Fabrióleo.

- Publicidade -

A empresa refere ter comunicado a ocorrências às “entidades competentes” e que “condena este tipo de comportamento que apenas contribui para a degradação do meio ambiente e para o clima de suspeição que envolve a empresa”.

“A Fabrióleo insta as autoridades competentes a aumentar a vigilância, já que episódios como este são frequentes, sendo comunicados regularmente a essas mesmas autoridades por parte da Fabrióleo. As descargas ilegais continuam um pouco por todo o Concelho, uma vez que muitas das empresas da região não dispõem de qualquer sistema de tratamento de resíduos e também não há saneamento básico”, continua no mesmo comunicado.

A empresa refere ainda que tem tomado medidas para a melhoria dos seus processos produtivos e “tem desenvolvido múltiplos contactos junto das entidades competentes nesta matéria, entre as quais o Governo, a Câmara Municipal de Torres Novas e o Ministério Público, disponibilizando-se para contribuir para a solução deste problema e melhorar a qualidade ambiental do Concelho”.

“A Fabrióleo reitera o seu empenho na cooperação com todas as entidades públicas e privadas do Concelho de Torres Novas, onde está instalada, para que se encontrem as soluções globais de boas práticas ambientais de todos os agentes públicos e privados”, termina.

Também a página de facebook “Almonda Vivo” assinala uma descarga poluente na ribeira da Boa Água. “Estas imagens são a prova de quem voluntariamente não quer cumprir com o respeito do meio meio ambiente, e continua impune com todo este abuso”, refere o texto.

O mediotejo.net contactou a GNR de Torres Novas para confirmar a existência de denúncias sobre os dois casos de poluição e se teriam ligação entre si. Ao que foi informado, o destacamento desconhecia ambos.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

  1. Ou seja… o Jack Sparrow da Fabrióleo diz que fez queixa à GNR (ambiental) de que alguem na zona da Lamarosa efectuou uma descarga ilegal na ribeira da boa água mas a GNR não confirma nenhuma queixa.

    Basta de manobras de diversão para uma opinião publica que já não se deixa convencer… fora de Torres Novas com estes sucateiros de bosta.
    Não desistimos basta!
    Não desistimos BOSTA!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here