Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Novembro 30, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Torres Novas | Pedro Ferreira toma posse apelando ao consenso político (c/vídeo e fotos)

Os órgãos autárquicos de Torres Novas tomaram posse no sábado, 14 de outubro, numa sessão na Biblioteca Municipal. No seu discurso, o presidente da Câmara reeleito, Pedro Ferreira (PS), apresentou algumas das propostas para o próximo mandato, assim como os investimentos que pretende colocar já nas grandes opções do plano. Terminaria a apelar ao consenso político a nível municipal e à solidariedade intermunicipal e governativa para que se consiga fazer obra.

- Publicidade -

A Assembleia Municipal e a Câmara Municipal tomaram posse numa cerimónia em que não faltou a música e uma breve encenação teatral que convidou os vereadores e o presidente de Câmara a participar, assinando um compromisso de honra para com os munícipes. O presidente da assembleia municipal cessante, José Trincão Marques, iniciou a sua intervenção dissertando sobre o conceito de “democracia” e elogiando a descentralização de poderes nas autarquias locais.

Torres Novas | Tomada de posse dos órgãos autárquicas. Discurso do presidente da Câmara eleito, Pedro Ferreira

Publicado por mediotejo.net em Sábado, 14 de Outubro de 2017

- Publicidade -

Trincão Marques defenderia ainda a necessidade de uma estratégia para Torres Novas assente em cinco pilares: um trabalho agregador com os municípios envolventes, aproveitar as vantagens da centralidade geográfica e bons acessos de Torres Novas, desenvolvimento do setor público e privado, a defesa dos recursos naturais e a criação de “uma marca identificativa com valor” para o concelho.

Já Pedro Ferreira começou por “saudar o poder local democrático”, essencial à democracia, e o início de “um novo ciclo, uma nova etapa, um novo cenário”. O presidente referiu que este mandato começa com uma estabilidade financeira que não existia em 2013, sendo necessário agora estabelecer prioridades para o mandato, com o acompanhamento das juntas de freguesia.

O saneamento, o desenvolvimento económico, a modernização administrativa, a loja do cidadão, o alargamento das rede de transportes urbanos, o transporte a pedido, a reabilitação urbana, a melhoria dos serviços de saúde e das condições da proteção civil, a valorização ambiental e desportiva foram algumas das linhas chaves do programa para o mandato 2017/2021 enumeradas por Pedro Ferreira. Adiantou ainda que, “para lá dos investimentos em curso, iremos propor nas grandes opções do plano investimentos para o mandato, mais intervenções de vulto: nomeadamente a pista de atletismo do estádio, o campo sintético em Riachos, a conclusão do ginásio em Riachos, disponibilizar finalmente para a prática desportivo o Pavilhão Municipal Matias Pedro e um piscina de verão, entre outros projetos”. “Penso que não é demagogia e conseguiremos atingir estes objetivos”, salientou.

O executivo socialista tem ainda outros planos em desenvolvimento, nomeadamente para a antiga fábrica da Fiação e Tecidos e a Quinta de São Geão. “Iremos reformular o quadro orgânico e rever o mapa de pessoal”, continuou. Apelando ao consenso com os partidos da oposição, terminou referindo que “partimos com entusiasmo, tudo poderá ser possível (…) se houver paixão pela nossa terra, se houver consenso político sempre que possível, se houver solidariedade intermunicipal e governamental”.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome