Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Dezembro 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Torres Novas | Pedro Ferreira (PS) aponta a “mandato de esperança e de eficácia” em tomada de posse (C/ÁUDIO)

Um “mandato de esperança e de eficácia” é o que o presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, Pedro Ferreira (PS), pretende para os próximos quatro anos, referiu na cerimónia de instalação dos órgãos autárquicos torrejanos para o quadriénio 2021-2025. No executivo, mantêm-se cinco eleitos pelo Partido Socialista e um pela coligação PSD/CDS (Tiago Ferreira), saindo da equação a vereadora do BE para a entrada de António Rodrigues (Movimento P’la Nossa Terra) José Trincão Marques foi reeleito presidente da Assembleia Municipal.

- Publicidade -

Os eleitos para a Câmara Municipal e Assembleia Municipal de Torres Novas prestaram o seu juramento na Praça dos Claras, perante todos os presentes, na cerimónia de instalação dos órgãos autárquicos para o quadriénio 2021-2025, que decorreu no sábado, dia 16 de outubro. 

Uma vez que o mandato de quatro anos, que se inicia ainda em fase pandémica – situação que tem vindo a comprometer o desenvolvimento económico no país e no concelho, o que acarretou diversas consequências negativas aos mais variados níveis, desde os relacionados com a saúde, a economia ou a cultura e abrangentes a todas as faixas etárias – Pedro Ferreira referiu que o mantado agora iniciado “tem de ser um mandato de esperança e de eficácia”.

- Publicidade -

O presidente (novamente) empossado, Pedro Ferreira, discursou perante os órgãos autárquicos eleitos. Foto: mediotejo.net

Realçando a necessidade de se continuar a olhar de uma forma especial para as pequenas empresas que tiram partido dos produtos locais e dinamizam o concelho, Pedro Ferreira sublinhou também a “obrigação” de reforçar com todos os meios possíveis para se continuar a contribuir por via de startups para fazer nascer ideias, empresas e postos de trabalho, assim como “criar condições para qualificar profissionalmente jovens em setores carenciados de mão de obra e técnicos especializados”, merecendo aqui uma especial atenção, no olhar do autarca, os institutos politécnicos, como o de Tomar ou Santarém.

Referindo a falta de habitação acessível como um dos principais obstáculos à fixação de jovens no concelho, o presidente Pedro Ferreira disse ainda que o novo processo designado por Estratégia Local de Habitação “irá certamente contribuir para atenuar esta lacuna”. 

A cerimónia decorreu na Praça dos Claras. Foto: mediotejo.net

“O nosso concelho tem todas as condições para continuar a ser uma referência nacional em termos de qualidade de vida, meta que deverá continuar a ser melhorada através de investimento ponderados e diferenciadores, nos campos da educação, da cultura, saúde, acessibilidades, intervenção social permanente, proteção do ambiente e de pessoas e bens”, afirmou.

ÁUDIO | DISCURSO DE PEDRO FERREIRA, PRESIDENTE CM TORRES NOVAS:

“Não escondo que tudo faremos para defender a aquisição da ex-fábrica de fiação e tecidos para no seu interior implantarmos alguns dos equipamentos a candidatar em fase deste PRR”, disse o recém-eleito presidente do município torrejano, acrescentando ainda que a delegação de competências em áreas como educação, saúde e ação social que o município vai acolher no início de 2022 e que vai levar a uma alteração significativa no mapa orgânico do município, vai ser “uma nova experiência mas que nos sentimos preparados e otimistas para ela”.

JOSÉ TRINCÃO MARQUES REELEITO PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL

No seu discurso, José Trincão Marques (PS), eleito para um novo mandato como presidente da Assembleia Municipal, sublinhou a importância da democracia, “o pior dos sistemas políticas, à exceção de todos os outros”, desejando que o mandato corra com “civismo, educação, elevação e espírito democrático, porque o povo que nos elegeu assim o exige”. 

Momento do discurso de José Marques, novamente eleito para presidir à Assembleia Municipal de Torres Novas. Foto: mediotejo.net

“Faço votos também, e tudo farei, para que os direitos da oposição e das minorias sejam escrupulosamente cumpridos”, garantiu Trincão Marques, de forma a que “o poder autárquico seja exercido sem arrogância e autoritarismo, mas sim com diálogo, abertura de espírito, transparência, cooperação, participação, fiscalização e respeito mútuo”, em defesa do desenvolvimento sustentável do concelho e dos munícipes.

ÁUDIO | JOSÉ TRINCÃO MARQUES, PRESIDENTE AM TORRES NOVAS:

José Trincão Marques fez ainda questão de lembrar que no decorrer do presente mandato, mais concretamente em 2024, se vão celebrar os 50 anos da Revolução de 25 de abril, numa altura em que “vivemos tempos perigosos para a nossa democracia que devemos defender com todas as nossas forças. Os populismos, a demagogia barata e os extremismos tentam reiteradamente e cada vez com mais violência destruir a liberdade e a democracia duramente conquistada no 25 de abril de 1974”.

A Assembleia Municipal de Torres Novas para os próximos quatro anos conta com dez eleitos do PS, quatro do PSD/CDS, quatro mandatos do Movimento P’la Nossa Terra, dois do BE e um da CDU.

ELEITOS PARA OS ÓRGÃOS AUTÁRQUICOS EM TORRES NOVAS

Câmara Municipal: Pedro Ferreira (PS), Luís da Silva (PS), Tiago Ferreira (PSD), António Rodrigues (P’la Nossa Terra), Elvira Sequeira (PS), Joaquim Cabral (PS), João Trindade (PS)

Presidente Junta de Freguesia de Assentis – Leonel Santos (GIFA)

Presidente Junta de Freguesia de Brogueira, Parceiros da Igreja e Alcorochel – Manuel Júnior (PS)

Presidente Junta de Freguesia de Chancelaria – Alfredo Antunes (PS)

Presidente Junta de Freguesia de Meia Via – Manuel José Couteiro (PS)

Presidente Junta de Freguesia de Pedrógão – Paulo Simões (PS)

Presidente Junta de Freguesia de Riachos – António Jorge (PS)

Presidente Junta de Freguesia de Torres Novas (Santa Maria, Salvador e Santiago) – Pedro Morte (PS)

Presidente Junta de Freguesia de Torres Novas (São Pedro), Lapas e Ribeira Branca – Júlio Clérigo (PS)

Presidente Junta de Freguesia de União das Freguesias de Olaia e Paço – Rui Nunes (PSD-CDS-Independente)

Presidente Junta de Freguesia de Zibreira – João Cassis (PS)

 

Licenciado em Ciências da Comunicação pela Universidade da Beira Interior. Natural de Praia do Ribatejo, Vila Nova da Barquinha, mas com raízes e ligações beirãs, adora a escrita e o jornalismo. Ávido leitor, não dispensa no entanto um bom filme e um bom serão na companhia dos amigos.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome