- Publicidade -

Torres Novas | Município investe 1 milhão em obras de requalificação de estradas

A Câmara Municipal de Torres Novas aprovou em reunião de executivo um conjunto de requalificações de estradas que totalizam cerca de 1 milhão de euros de investimento.

- Publicidade -

A empreitada “Requalificação da Avenida José Loureiro da Rosa e troço entre a povoação de Zibreira e a Fábrica da RENOVA 1” foi adjudicada à empresa Matos & Neves, Lda., pelo valor de 752.301,13 euros, acrescido de IVA, para um prazo de execução de 270 dias, de acordo com o aprovado. Apenas o Bloco de Esquerda votou contra.

Segundo informação municipal pretende-se reabilitar a Avenida José Loureiro da Rosa e um pequeno troço da EM 557-3. A via em causa efetua a ligação entre o cruzamento da avenida com a EN 243 e a fábrica da Renova que se encontra no fim da rua marginal, sita na freguesia de Zibreira.

- Publicidade -

A intervenção pretende dotar a via de “uma continuidade de leitura visual, bem como de condições para os utentes pedonais, sendo colocados passeios sempre que tal seja possível devido aos constrangimentos laterais resultantes da presença de muros de vedação de edifícios e propriedades, bem como de várias infraestruturas”.

Os trabalhos a executar incluem ainda obras de terraplenagem, drenagem, pavimentação, obras acessórias e equipamentos de sinalização e segurança, de modo assegurar devidamente o escoamento do tráfego previsto.

Na mesma reunião foi aprovado por unanimidade a adjudicação da empreitada “Pavimentação da estrada entre Fungalvaz e o Concelho de Ourém (Alburitel)” ao agrupamento de empresas, na modalidade de consórcio externo, NOV PRO Construções/Lena Engenharia e Construções, SA, pelo valor de 198.159,56 euros, acrescido de IVA, para um prazo de execução de 270 dias.

A intervenção visa requalificar a estrada entre Fungalvaz e o limite do concelho de Ourém, numa extensão de 1407,53 metros, através da pavimentação da via existente que atualmente se encontra em terra batida. Estão previstos trabalhos ao nível de obras de terraplenagem, drenagem, pavimentação, obras acessórias e equipamentos de sinalização e segurança.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -