- Publicidade -

Quinta-feira, Dezembro 9, 2021
- Publicidade -

Torres Novas | Município entregou 41 bicicletas às escolas do concelho

No agrupamento de escolas Gil Paes verifica-se que a maioria dos alunos entre os 8 e os 10 anos não domina o padrão motor para saber andar de bicicleta e um em cada quatro não consegue manter o equilíbrio sobre duas rodas.

O município de Torres Novas entregou, este ano letivo, mais 41 bicicletas para reforçar o projeto “Aprender a Andar (melhor) de Bicicleta”, que se juntam às 40 já distribuídas pelos centros escolares do concelho no ano letivo de 2019/2020.

- Publicidade -

“De recordar que este projeto visa contribuir para o desenvolvimento harmonioso e ambientalmente sustentável das localidades, promovendo a prática do ciclismo de forma abrangente, de forma a potenciar o uso da bicicleta em contexto escolar e, consequentemente, padrões de mobilidade mais seguros e saudáveis junto das comunidades escolares e, em particular, dos alunos”, adianta informação municipal.

O presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, Pedro Ferreira, e o vereador da Educação, Joaquim Cabral, visitaram no dia 5 de maio o Centro Escolar de Assentis e Chancelaria, onde puderam assistir a uma sessão do projeto.

- Publicidade -

De acordo com uma análise feita junto de alunos do agrupamento de escolas Gil Paes, refere a mesma informação, verifica-se que a maioria dos alunos entre os 8 e os 10 anos “não domina o padrão motor” para saber andar de bicicleta e “um em cada quatro não domina o equilíbrio sobre duas rodas”.

No 3.º ano de escolaridade verifica-se que “dois em cada três alunos não sabe andar de bicicleta”. A ação de ensino desenvolvida constata que, “em contexto escolar e em poucas sessões (5 a 6), é possível ensinar uma grande parte dos alunos” a fazê-lo. Neste agrupamento, no pré-escolar e 1.º ciclo, já mais de 400 alunos frequentaram cinco ou mais sessões de ensino.

Este projeto juntou-se à iniciativa “DáVidàBicla”, que visa angariar bicicletas que já não são utilizadas junto da população, e que permitiu a doação de 64 bicicletas em dois anos, segundo a mesma informação.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome