Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Setembro 19, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Torres Novas | Município adquire espaços do NAR e do Museu Agrícola de Riachos

O executivo municipal de Torres Novas aprovou, na reunião de 23 de julho, terça-feira, por maioria, com voto contra do Bloco de Esquerda (BE), a aquisição por 102.600 euros de quatro matrizes urbanas na rua do Sargaço e rua Dr José Marques, em Riachos. Estes espaços recebem departamentos do Núcleo de Arte de Riachense (NAR) e do Museu Agrícola de Riachos, e ainda uma habitação e uma oficina, pormenor que gerou discussão com o BE.

A votação da aquisição foi iniciada com uma declaração do presidente da Câmara, Pedro Ferreira (PS), que evidenciou a dinâmica do Museu Agrícola de Riachos e do NAR. “Protocolos oficiais e benemerências particulares, onde se destaca o nome de Carlos Trincão Marques, proporcionaram uma estabilidade para a ocupação de todo um espaço, parte propriedade do município, outra parte cedida em termos de comodato à associação que tão bem tem zelado e dinamizado todo aquele complexo, enriquecido nos últimos anos com as atividades do NAR, onde a cultura se entranha todos os dias no tecido social riachense”, recordou.

“A Câmara Municipal, há poucos meses, como figura de bem, acertou contas com a Associação que gere o museu agrícola, retomando o pagamento de um subsídio mensal assumido protocolarmente há anos atrás, pagando ainda 50% dos subsídios em atraso e comprometendo-se a pagar o restante em 2020, cujo montante será para investir no museu, em projeto de dinamização a preparar com os serviços culturais do município”, continuou.

Auscultada a junta de Riachos, adiantou, foi colocada a hipótese do município também adquirir a ex-sede da Sópovo e o velho mercado, mas, segundo o gestor de insolvência da Sópovo, “ainda não estão reunidas condições processuais e administrativas para a eventual venda do imóvel em causa”, referiu o presidente. Já para o velho mercado será necessário definir um projeto para o espaço “para que, a formalizar-se a aquisição, se saiba verdadeiramente que destino dar a bem do usufruto da população de Riachos”.

“Independentemente de também se reconhecer o interesse na eventual aquisição da ex-sede da Sópovo e do velho mercado e não havendo ainda condições para se poderem concretizar estas aquisições, reconhecemos como de grande importância a aquisição dos imóveis que englobam todo o espaço físico já usufruído pelo Museu Agrícola e NAR, como forma de não comprometer o futuro de algumas atividades já desenvolvidas em espaço que são de propriedade alheia e com esta aquisição se gerar um novo desafio para requalificar o mesmo e sair enriquecida a cultura, a vila de Riachos e o concelho de Torres Novas”, concluiu.

Não estando em causa a aquisição geral dos espaços das associações, a vereadora Helena Pinto (BE) questionou, porém, a aquisição também de uma habitação e de uma oficina neste lote, o que vai transformar o município em rendeiro. A discussão prolongou-se durante alguns minutos, tendo terminado com o voto contra do Bloco de Esquerda.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome