Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Julho 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Torres Novas: Ministro da Educação coloca nova EB Manuel de Figueiredo entre as melhores do país (c/vídeo)

As obras de requalificação da Escola EB 2/3 Manuel de Figueiredo foram inauguradas esta sexta-feira, 21 de outubro, com a presença do Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues. O momento foi marcado pela recordação de todo o processo, que esteve em risco de não ser cabimentado, e de uma escola antiga que hoje se transformou num edifício moderno, ao nível dos melhores do país.

- Publicidade -

A primeira pedra foi lançada em 2014, para uma extensa obra de ampliação e requalificação, mas os alunos nunca chegaram a sair do edifício antigo, mantendo-se as aulas a par das obras, soube o mediotejo.net no local. Construiu-se um novo ginásio e um novo edifício de portaria, arranjos exteriores do recinto e a remoção de todos os telheiros de ligação entre blocos, cuja cobertura era em fibrocimento. Atualmente a escola conta com 19 salas de aula, sete laboratórios, duas salas de informática, duas de educação visual e tecnológica, uma sala de educação tecnológica, uma sala de educação visual, quatro salas de música, três salas de pequenos grupos e duas salas de seminário.

Tiago Brandão Rodrigues visitou algumas da salas e elogiou as instalações. FOTO: mediotejo.net
Tiago Brandão Rodrigues visitou algumas da salas e elogiou as instalações. FOTO: mediotejo.net

- Publicidade -

“Esta nova escola em Torres Novas nada fica a dever (…) ao melhor que o serviço nacional de educação conseguiu erguer na sua muito melhorada e sempre em renovação rede estabelecimentos escolares. Nada fica a dever aos melhores edifícios escolares do país e não esquece ninguém”, salientou o Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, após uma curta visita a algumas das novas salas da escola. “Este é um serviço nacional de educação assente na promoção do sucesso escolar, da valorização importante da função docente e na absoluta centralidade da nossa escola pública”, terminou.

“Nos últimos anos, incluindo mandatos anteriores, construíram-se cinco centros escolares”, enumerou o presidente da Câmara de Torres Novas, Pedro Ferreira, estando-se em vias de começar a requalificação do Centro Escolar de Santa Maria e da Escola Secundária Maria Lamas. No total, indicou o autarca, o município investiu até ao momento 25 milhões de euros em escolas, comparticipadas por fundos comunitários, tendo sido protocolado recentemente com o Governo um projeto de 1,2 milhões de euros para obras de beneficiação da Secundária Maria Lamas.

Remodelação estava prevista desde 2009, mas obras só avançaram em 2014. FOTO: mediotejo.net
Remodelação estava prevista desde 2009, mas obras só avançaram em 2014. FOTO: mediotejo.net

Pedro Ferreira frisou as dificuldades em avançar com estes projetos e conseguir o financiamento pretendido. No caso da EB 2/3 Manuel de Figueiredo “só nos faltou anunciar uma greve de fome”, mencionou com ironia. Em análise desde 2009, só no final de 2013, num noite já perto da meia-noite, o autarca recebeu uma chamada da Direção Geral de Estabelecimentos Escolares a informar que o processo tinha seguido com o financiamento previsto, recordou. “Hoje temos a obra concretizada, com muita qualidade, e que custará no total cerca de 4,8 milhões de euros. tendo um financiamento de cerca de 3,8 milhões. Coube ao Ministério da Educação comparticipar com 661 mil euros, sensivelmente, e ao município cerca de 400 mil”, referiu.

Já o diretor do agrupamento de Escolas Gil Paes, Paulo Gregório, salientou a qualidade de uma escola integrada no serviço público e que oferece ensino a jovens autistas, entre outras valências em matéria de intervenção precoce e desporto escolar. Lembrou também a requalificação prevista para a Escola Maria Lamas e a expetativa de voltar a reunir em breve com o Ministério da Educação.

 

 

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Publicidade -