Torres Novas: Mais de mil crianças começaram a construir um mundo melhor

Joaquina Romão com alguns dos projetos sustentáveis criados ao longo da ação de sensibilização. Foto: mediotejo.net

Quando pensamos em centros comerciais a primeira associação que surge são as compras. E se a segunda fosse o ambiente? Este foi o desafio lançado aos mais pequenos, respetivas famílias e escolas pelo Centro Comercial TorreShopping com a ação de sensibilização “Construtores de um mundo melhor”, que decorre entre os dias 24 de setembro e 9 de outubro. A elevada participação confirmou o interesse no tema e foram mais de mil as crianças que passaram pelo parque infantil pedagógico criado no hall da entrada durante a primeira semana e meia da iniciativa.

PUB

O hall da entrada do Centro Comercial TorreShopping transformou-se num parque infantil pedagógico desde o passado dia 24 de setembro com a iniciativa “Construtores de um mundo melhor”. Ali tudo foi pensado ao pormenor para os mais novos, começando no mobiliário e nos materiais didáticos e terminando no seu futuro, que se quer ecológico.

O espaço e a receção às crianças. Fotos: mediotejo.net
O espaço e a receção às crianças. Fotos: mediotejo.net

O desafio foi lançado às crianças do concelho e da região, dando-lhes a conhecer conceitos e formas alternativas de preservar o meio que os rodeia com o apoio de uma equipa de animadores especializados nas áreas da engenharia e da psicologia. A aceitação superou todas as expetativas e foram mais de mil os mini-ecologistas que apareceram acompanhados pelas famílias ou os colegas de turma desde o início da ação de sensibilização.

PUB

A iniciativa integra a gestão ambiental do espaço comercial certificado pela Norma ISO 14001 desde finais de 2012, ano em que Joaquina Romão assumiu o cargo de diretora do TorreShopping. A responsável destaca a preocupação em sensibilizar para a sustentabilidade do planeta e a aposta em ações regulares que construam “um melhor futuro ambiental” para todos, “pessoas, estudantes ou empresas”. A atividade que se encontra a decorrer é a ponta do iceberg da política ambiental do TorreShopping que promove a ecologia no dia-a-dia, quer na separação de resíduos por parte dos lojistas, quer na substituição das lâmpadas para reduzir o consumo energético.

Os materiais utilizados nas atividades pedagógicas são certificados. Fotos: mediotejo.net
Os materiais utilizados nas atividades pedagógicas são certificados. Fotos: mediotejo.net

Para Joaquina Romão, o conceito da iniciativa representa “um regressar às origens”, desconstruindo as ideias preconcebidas e apresentando formas alternativas de reduzir a pegada ambiental num planeta que tem necessidade urgente de ser salvo. A comprová-lo estão os materiais certificados que têm feito as delícias de miúdos (entre os nove meses e os oito anos de idade) e graúdos nas atividades pedagógicas disponibilizadas ao público em geral até ao próximo domingo, dia 9.

PUB

Atividades que Filipa Menezes conhece bem. A engenheira na área metalomecânica com especialização em energia é a responsável pela blastingfm, empresa que alia soluções não convencionais de poupança de energia aos eventos cientifico-tecnológicos ou “inventos”, como gosta de lhes chamar. A equipa que assegura o acompanhamento das crianças é composta por ela e outros dois elementos, a psicóloga Ana Ferreira e o engenheiro eletrotécnico Carlos Pereira, este último responsável pela bomba fotovoltaica que os visitantes encontram no local.

Os projetos sustentáveis incluem miniaturas de casas e rodas-gigantes. Fotos: mediotejo.net
Os projetos sustentáveis incluem miniaturas de casas e rodas-gigantes. Fotos: mediotejo.net

Os três destacam a importância dos materiais utilizados e o interesse demonstrado por todos aqueles que nos últimos dias foram os seus projetos sustentáveis. A ideia do parque infantil onde os pais deixam os filhos enquanto realizam as compras deu lugar a momentos familiares na medida em que muitos pais optaram por ficar junto das crianças e ajudá-las.

Há ainda quem regresse no dia seguinte para concluir o trabalho ou para conhecer as criações dos filhos e dos netos que vão de casas em miniatura com tijolos reciclados e argamassa cuja fórmula química tem o princípio da farinha Maizena até helicópteros e mini-rodas gigantes construídos com peças metálicas e equipados com painéis solares.

Durante a hora em que as crianças do quarto ano do Centro Escolar da Meia Via, uma das escolas que aceitou o convite, construíram o seu “mundo melhor”, Filipa Menezes destacou que 30% das poupanças conseguidas a nível energético são conseguidas através da alteração de comportamentos.

A responsável pela empresa tecnológica e de engenharia convidada a integrar o Centro de Inovação da Faculdade de Ciências, onde está sediada, refere que o trabalho desenvolvido assenta na “inovação com aquilo que existe, no fundo fazemos mantas de retalhos”, no princípio da ação colaborativa e na máxima escutista de Baden Powell “vamos deixar o mundo melhor do que o encontrámos”.

A equipa de animadores especializados composta por ???. Fotos: mediotejo.net
Carlos Pereira, Ana Ferreira e Filipa Menezes formam a equipa de animadores especializados. Fotos: mediotejo.net

Construir um mundo melhor não se limita aos mais jovens e a elevada aceitação por parte de pessoas de todas as faixas etárias foi uma surpresa geral para todos.

Em jeito de brincadeira, a engenheira refere que ainda não apareceu um visitante com “100 anos” e ao desafio lançado pelo TorreShopping junta um outro: entregará um prémio se aparecer um visitante com essa idade até ao final da ação de sensibilização.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- publicidade -

1 COMENTÁRIO

  1. É uma boa iniciativa sim senhora. Só é pena é o mau cheiro dentro do shopping da Ribeira da Boa água. Nem no cinema se pode estar e o cinema fica no último andar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here