Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Dezembro 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Torres Novas | Judoca Katia Sombra sagra-se Campeã Mundial de Veteranos

A judoca Katia Sombra, treinadora e atleta da Associação de Judo do Distrito de Santarém, em atividade no Clube de Judo de Torres Novas, sagrou-se Campeã Mundial de Veteranos na categoria de F6 (55 aos 59 anos) -57Kg, no Campeonato do Mundo de Veteranos Lisboa 2021.

- Publicidade -

A judoca brasileira Katia Sombra foi três vezes campeã mundial de judo na classe de veteranos, títulos conquistados no Japão, Bélgica e Brasil, a que junta agora um novo título no Mundial de Lisboa. Faixa preta nesta modalidade, a judoca foi convidada em 2020 pela Associação de Judo de Santarém para ser treinadora da modalidade, sendo um dos seus principais objetivos a procura de novos talentos assim como a melhoria técnica dos atletas.

Portugal fechou o último dia do Campeonato do Mundo de Veteranos – Lisboa 2021 com mais 6 Medalhas conquistadas (totalizou 21) e 4 Novos Campeões do Mundo – Bianca Sousa, Catarina Diniz, Nuno Carvalho e Bruno Mendonça Silva. A prova terminou este domingo, 24 de outubro, após 4 dias de combates no Pavilhão nº1 do Estádio Universitário de Lisboa que reuniram 359 Judocas (344 Masculinos e 15 Femininas) em representação de 43 Países, entre os quais 45 Judocas Portugueses (42 Masculinos e 3 Femininas).

- Publicidade -

Com o final da prova de Veteranos, as atenções viram-se agora para o Campeonato do Mundo de Judo de Kata 2021, nos dias 26 a 27 de outubro. A competição conta com mais de 200 Judocas, incluindo 16 Portugueses.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome